PUBLICIDADE
Topo

Aline Ramos

Possível racismo contra Nego do Borel não invalida acusações de Duda Reis

Reprodução / Instagram
Imagem: Reprodução / Instagram
Aline Ramos

Aline Ramos é jornalista, mas tá mais pra palpiteira, por isso cria conteúdo na internet desde 2014. Você com certeza já fez algum teste dela no BuzzFeed, onde foi redatora por dois anos. É especialista em diversidade e dá consultoria para marcas em temas como raça e gênero. Mas o que ama mesmo é escrever sobre entretenimento e dar opinião sobre tudo, se bobear até sobre a sua vida.

Colunista do UOL

16/01/2021 16h29

O relacionamento entre Nego do Borel e Duda Reis sempre esteve rodeado de polêmicas e acusações na imprensa e redes sociais. A impressão frequente era de que seria uma questão de tempo até o casal terminar e uma bomba explodir. Nesse toma lá dá cá, o principal embate foi entre o cantor e os pais de Duda, que nunca fizeram questão de esconder que não gostavam do genro.

Foram diversos episódios de acusações mútuas entre Nego do Borel e os agora ex-sogros, Luiz Fernando Barreiros e Simone Barreiros. E em meio às críticas públicas que recebia dos pais de Duda, o cantor alegava estar sendo vítima de racismo.

Nego do Borel x Pais de Duda

Em abril de 2020, Nego do Borel e Duda Reis reataram o namoro após alguns meses separados. Após o anúncio, o pai de Duda criticou o relacionamento nas redes sociais.

Nego do Borel rebateu o sogro e afirmou: "Infelizmente vivemos numa sociedade em que pessoas de cor de pele preta ou vindas de comunidade, são muito marginalizadas, mesmo que a gente tenha conseguido mudar de vida com o suor do nosso trabalho honesto".

Em resposta, Luiz Fernando Barreiros chamou o cantor de canalha. "Quer nos rotular de racistas, mas não comenta o quão bem foi recebido aqui em nossa casa durante muito tempo", declarou.

Em junho do ano passado, novos desentendimentos entre Borel e os pais de Duda. Na ocasião, o cantor afirmou que iria processar os sogros por conta das acusações de agressão contra Duda, e novamente apontou racismo na postura deles.

Tudo começou quando a mãe da atriz disse que Borel jogou sua filha no chão e a expulsou de uma van durante uma viagem. O cantor refutou: "Até quando seremos obrigados a aturar que tratem todo preto favelado como bandido? Chega!".

Crimes não podem ser excludentes

Os argumentos de Nego do Borel podem ser verdadeiros e fazem sentido na sociedade em que vivemos. Ele não seria o primeiro homem negro a não ser aceito pela família branca da noiva. Pais bem intencionados pelo bem-estar da filha também podem ser racistas.

Porém, isso não deve invalidar as acusações de Duda. As denúncias feitas pela atriz são sérias. O caso será investigado e julgado pelos órgãos competentes. Medidas protetivas foram tomadas. Diminuir as denúncias de violência física, sexual e moral porque a mulher ou os pais dela podem ter sido racistas é fazer um ranking de sofrimento. E isso não faz sentido.

No mundo em que vivemos, há racismo e também há violência doméstica. As duas coisas são crimes e geram danos profundos para as vítimas. E além disso, não podemos fazer com que uma exclua a outra.

Onde o racismo se encaixa?

Não tenho dúvidas de que, por ser um homem negro, Nego do Borel seja muito mais criticado e tenha a imagem mais prejudicada do que homens brancos famosos que se envolveram em acusações desse tipo.

Um dos estereótipos tão comentados pelo cantor é o que coloca o homem negro como violento e predador sexual. Isso existe em nossa sociedade. E quando o estereótipo racista está presente na cabeça das pessoas, é mais fácil de vir à tona.

Por conta desse e outros estereótipos racistas, Nego do Borel já está sendo duas vezes mais cobrado publicamente. Mas, como eu já disse, isso não invalida as acusações de Duda Reis. Violência contra a mulher também é coisa séria e um crime a ser tratado com rigor e cuidado.