PUBLICIDADE
Topo

O inverno está aí: veja cidades brasileiras perfeitas para curtir o frio

Marcel Vincenti

Colaboração para o o UOL

22/06/2019 04h00

O inverno já começou oficialmente (no dia 21 de junho) e muitas cidades brasileiras já estão enfrentando baixas temperaturas neste mês.

Em diversas regiões do país, há lugares turísticos que combinam (e muito) com o frio, oferecendo bairros de estilo europeu, clima de montanha, pousadas com deliciosos quartos com lareira e diversos restaurantes onde é possível se aquecer com comidinhas como fondue e bebidas como vinho. Abaixo, conheça alguns dos melhores destinos de inverno do Brasil.

Campos do Jordão (SP)

Campos do Jordão - Débora Costa e Silva/UOL - Débora Costa e Silva/UOL
Imagem: Débora Costa e Silva/UOL

Chega o inverno e Campos do Jordão se torna um dos destinos mais concorridos do Estado de São Paulo.

Isso porque a cidade, localizada na Serra da Mantiqueira, oferece uma região turística (a famosa Vila Capivari) cheia de edificações que remetem a cidades europeias, com calçadões para o visitante desfilar com estilosas roupas de frio e muitos restaurantes aconchegantes para se deliciar com um fondue ou com robustas receitas alemãs.

Lá também fica a Cervejaria Baden Baden (recomendada para quem gosta de cervejas artesanais) e, durante a noite, não faltam baladas animadas para o público jovem.

O Festival de Inverno da cidade, que, neste ano, será realizado entre os dias 29 de junho e 28 de julho, promoverá mais de 100 apresentações artísticas para o público, muitas delas gratuitas, em locais como a Praça do Capivari.

A rua Djalma Forjaz concentra alguns dos melhores restaurantes e bares de Campos de Jordão.

E, para quem quiser fugir do agito de Campos, vale a pena se hospedar em alguns dos lindos estabelecimentos hoteleiros que existem na vizinha (e mais tranquila) São Bento do Sapucaí.

Gramado (RS)

Cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Situada na Serra Gaúcha, Gramado é um prato cheio para quem gosta de visitar cidades que combinam com o frio.

Neste belíssimo centro urbano, há construções que poderiam estar muito bem em alguma cidade da Alemanha.

Lá, os turistas encontram atrativos como o lindo Lago Negro (onde é possível passear de pedalinho em forma de cisne), o fantástico Mini Mundo (com réplicas em miniatura de lugares famosos do planeta, como o Castelo de Neuschwanstein, cartão-postal da Bavária) e o centro de entretenimento Snowland (no qual o público tem a chance de esquiar).

No inverno, não faltam excelentes restaurantes em Gramado servindo fondue, assim como pousadas com clima pra lá de aconchegante. A cidade, aliás, é um polo de comércio de deliciosos chocolates artesanais, como os da marca Caracol (que casam muito bem com o frio).

Canela (RS)

Cidade de Canela, no Rio Grande do Sul, Brasil - Bruno Santos/Getty Images/iStockphoto - Bruno Santos/Getty Images/iStockphoto
Imagem: Bruno Santos/Getty Images/iStockphoto

A menos de 10 quilômetros de Gramado, Canela é uma cidade gaúcha que combina com o inverno e que tem atrativos bem particulares (e extremamente interessantes).

No local, vale muito a pena visitar o Parque do Caracol, que abriga a Cascata do Caracol, uma queda d'água com mais de 130 metros de altura e cercada por muita natureza (que é admirada de um mirante e de um elevador panorâmico).

A cidade também tem excelentes pousadas -- algumas equipadas com spa para se confortar durante o frio, construções de estilo europeu --que têm tudo a ver com o inverno, como o Castelo Caracol -- e restaurantes servindo receitas germânicas.

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes (foto acima) -- também chamada de Catedral de Pedra -- é outro destaque da cidade, que merece um retrato.

Monte Verde (MG)

O movimento e o burburinho na Avenida Monte Verde são constantes de dia e à noite, o que torna o local indispensável para vários passeios, das compras às refeições - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Assim como Campos do Jordão, Monte Verde fica nas altas paisagens da Serra da Mantiqueira, mas do lado de Minas Gerais.

E, assim como Campos, trata-se de um lugar extremamente agradável para uma viagem de inverno, cheio de pousadas quentinhas e confortáveis, além de restaurantes servindo comida acalentadora (como fondue e pinhão).

Algumas das melhores opções culinárias estão na avenida Monte Verde, a principal via da cidade. Entre elas, há, logicamente, as suculentas receitas mineiras, que, com uma cachacinha, casam pra lá de bem com o frio.

Para se esquentar com outro tipo de bebida alcoólica, vá até locais como a Confraria Paulistânia, com boas e encorpadas cervejas artesanais.

A Chocolateria Monte Verde, por sua vez, é um lugar imperdível para confortar os amantes de um dos melhores doces do mundo.

Monte Verde é um destino ideal para casais: se este for o seu caso, tente reservar um quarto com vista para a Serra da Mantiqueira.

Petrópolis (RJ)

Catedral São Pedro de Alcântara, em Petrópolis, no Rio de Janeiro - dabldy/Getty Images - dabldy/Getty Images
Imagem: dabldy/Getty Images

Petrópolis fica na região serrana do Estado do Rio de Janeiro, a aproximadamente 70 quilômetros da capital fluminense.

Trata-se de uma cidade que mistura fantásticas paisagens históricas com uma atmosfera que tem tudo a ver com o frio.

Ao chegar lá durante as baixas temperaturas, agasalhe-se bem e caminhe para conhecer atrativos como a Catedral de São Pedro de Alcântara (na foto, onde estão os restos mortais de D. Pedro 2º), o Museu Imperial (que guarda preciosidades como a pena que assinou a Lei Áurea), a engenhosa casa que pertenceu a Santos Dumont e o Palácio de Cristal (inaugurado em 1884, sob incentivo do Conde D'Eu).

Depois, ao final do dia, vá à região de Itaipava para comer muito bem. Não deixe de provar o prato de truta em algum dos acolhedores restaurantes locais.

Ouro Preto (MG)

Ponto de referência para as explorações bandeirantes no século 17, o Pico do Itacolomi é ainda um dos grandes símbolos de Ouro Preto - Marcel Vincenti/UOL - Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

Ouro Preto é uma cidade que se encontra encravada na Serra do Espinhaço e, apesar de ser bem gelada no inverno, combina muito com o frio.

Primeiramente, porque os turistas podem esquentar o corpo subindo as fotogênicas e românticas ladeiras que marcam a paisagem da cidade.

Depois porque, lá, não faltam hospedagens intimistas e confortáveis, como a histórica Pouso do Chico Rei, que costumava receber o poeta Vinicius de Moraes durante suas passagens pela área, além de restaurantes instalados em casarões coloniais servindo a saborosa comida mineira.

Durante um tour por Ouro Preto é ainda possível se esquentar dentro de igrejas que são verdadeiras obras de arte, como a Matriz de Nossa Senhora do Pilar (ornamentada com centenas de quilos de ouro), a Nossa Senhora do Rosário (erigida no século 18, com uma chamativa fachada circular e um interior com esculturas de Santa Helena e São Benedito) e a Nossa Senhora do Carmo, projetada por Manuel Francisco Lisboa e com obras de Aleijadinho e Manuel da Costa Ataíde.

Vale dos Vinhedos (RS)

A visita à produtora de vinhos Miolo na cidade de Bento Gonçalves é recheada de história e degustação de excelentes vinhos. No passeio o turista conhece como a empresa cresceu de um pequeno lote comprado em 1897 por imigrantes italianos para uma corporação que, só no Vale dos Vinhedos, trabalha com 320 hectares de plantações de uva, produzindo hoje dezenas de rótulos de vinhos - Marcel Vincenti/UOL - Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

E aqui vai mais uma indicação de destino de inverno no Rio Grande do Sul.

Agora, é a vez da cidade de Bento Gonçalves, ponto de partida para lindos passeios pelo chamado Vale dos Vinhedos, que concentra as principais vinícolas do Brasil.

Na região, os turistas podem ver de perto o processo de produção de vinhos de marcas importantes como Miolo e Salton, e se der vontade de pernoitar, dá para se hospedar em locais como o complexo da Casa Valduga, fabricante respeitada de vinhos e dona de um estabelecimento hoteleiro que fica no meio dos vinhedos e onde os hóspedes podem participar de degustações de tintos e brancos.

Perfeito para o inverno.