Uma piscina só para mim: como foi me hospedar em castelo de luxo em Gramado

A cidade de Gramado (RS), localizada na pitoresca Serra Gaúcha, é famosa por suas paisagens naturais encantadoras, gastronomia, atrações de todo o tipo e arquitetura no estilo europeu.

Entre as construções que chamam a atenção dos turistas está o Castelo Saint Andrews, um hotel associado ao Relais & Châteaux, associação que reúne hospedagens e restaurantes do mundo todo considerados luxuosos e com qualidade de atendimento excepcional.

O castelo em estilo escocês oferece day use de diversos serviços, o que permite que turistas que não estão hospedados lá usem a piscina, o spa ou sauna, façam um piquenique no jardim, tomem café da manhã ou um chá da tarde britânico no local ou comam uma sequência de fondue no jantar.

Fui convidado pelo hotel a passar uma noite e um dia no castelo. A seguir, conto a experiência.

Imagem
Imagem: Divulgação

O Castelo Saint Andrews fica dentro de um condomínio particular, com dezenas de casas de alto padrão e um bosque com vista privilegiada para o Vale do Quilombo, um dos cartões postais de Gramado. Na portaria, o visitante (ou hóspede, no meu caso) é obrigado a se identificar e dizer aonde vai.

Cheguei por volta das 12h e uma forte neblina ainda tomava conta do vale. A concierge e um mordomo estavam me esperando na entrada do hotel que, de praxe, oferece um espumante de boas-vindas aos hóspedes. Aceitei a bebida, seguida de um cafezinho preto.

No hall de entrada do castelo, o que chamou a atenção foram os ambientes impecavelmente decorados com obras de arte, mesclando elementos clássicos e contemporâneos. Vale destacar os lustres em cristal Checo Maria Thereza, que com sua delicadeza e brilho, adicionam um toque de luxo ao ambiente.

A suíte Onix
A suíte Onix Imagem: Luciano Nagel
Continua após a publicidade

"A suíte do senhor é a Onix, no segundo andar. Basta tomar o elevador logo aqui à esquerda. O mordomo irá acompanhá-lo'', disse a gerente de hospedagem Cristiane Fogaça, que, ao fazer o check-in, me explicou como funcionava o serviço dos mordomos.

Aqui você tem uma pessoa exclusiva à sua disposição para fazer e desfazer as suas malas, levar a bandeja de café da manhã até a suíte, providenciar lavagem e secagem de roupa, ou dispor de um automóvel de luxo para um passeio pela região

Segundo Fogaça, esses são apenas alguns dos serviços prestados pela mordomia do castelo desde o início da manhã até a noite.

A gerente contou ainda que os profissionais do castelo "descobrem" as preferências dos clientes bem antes de eles fazerem o check-in. Assim, é possível oferecer um serviço mais pessoal, fazendo com que o hóspede sinta-se realmente atendido por seu "próprio mordomo".

As suítes

O hotel tem 11 suítes inspiradas nas riquezas das pedras preciosas —tanto no nome quanto na decoração. O tamanho dos quartos varia de 28 m2 a 110 m2. Os aposentos possuem lustres de cristais checos, mármore italiano e papel de parede Inglês.

Continua após a publicidade

A suíte mais elegante do castelo é a Diamante. Com 110 m2, o apartamento tem um living próprio, dois banheiros —sendo um com banheira de hidromassagem e outro com banheira e ducha— e cama king size com lençóis egípcios 1.000 fios. Além disso, a suíte tem duas sacadas exclusivas, tanto para a vista panorâmica do Vale do Quilombo, quanto para o jardim, que possui um pequeno lago central e chafariz.

As diárias nas suítes do castelo variam de R$ 5.030 a R$ 11.100.

A suíte Onix
A suíte Onix Imagem: Luciano Nagel

Como disse, passei a noite na suíte Ônix, a única disponível na ocasião. A pedra preciosa que dá nome ao dormitório tem tom negro profundo e pode ser encontrada em várias partes do mundo, incluindo Brasil, Argentina, Índia, Madagascar e México.

Com 44 m2, o quarto tem decoração em tons preto e prata e uma cama king size toda feita de ferro. Em uma mesinha próxima a ela, alguns chocolates da Prawer (fábrica de Gramado que produziu o primeiro chocolate artesanal do Brasil) me esperavam. Comi os doces e fui relaxar na banheira, instalada no banheiro com mármore italiano branco.

Café da manhã no quarto

Imagem
Imagem: Luciano Nagel
Continua após a publicidade

No Saint Andrews é possível tomar o café da manhã no salão nobre, como em praticamente qualquer hotel, ou pedir para o mordomo levar o banquete até o seu aposento. Para isso, basta fazer o pedido ao mordomo na noite anterior, dizendo o horário que deseja receber a refeição. Pedi a minha para as 9h manhã.

No horário combinado em ponto, recebi uma bandeja com café preto, frutas da estação, pães variados, croissants, queijos, presunto e outros embutidos, geleias e macarons.

Quem não é hóspede também pode tomar o café da manhã, que custa R$ 190 por pessoa. As reservas desse e dos outros serviços oferecidos no sistema day use podem ser feitas no site do Saint Andrews.

Uma piscina toda minha

Imagem
Imagem: Reprodução

Piscinas de hotéis são concorridas e raramente as pessoas conseguem ter ali momentos de privacidade. Pois no Castelo Saint Andrews isso é possível e qualquer um consegue reservar o local para ficar sozinho por algumas horas —o serviço é gratuito para hóspedes e também oferecido no esquema day use, por R$ 100 por pessoa a hora.

Continua após a publicidade

Coberta, aquecida e aberta 24 horas por dia, a piscina fica num majestoso salão com persianas, que podem ser fechadas (basta pedir ao mordomo), permitindo que você desfrute de um retiro totalmente privado durante o período desejado.

Foi o que fiz: pedi para baixar as persianas das 20h às 21h30 e relaxei em uma piscina só para mim. Para completar o momento de relax, o castelo tem duas saunas, uma seca e outra úmida (bem em frente a piscina), que também podem ser reservadas para uso individual, sem outros hóspedes.

O Royal Afternoon Tea

Imagem
Imagem: Luciano Nagel

Como manda a tradição britânica, o hotel escocês serve pontualmente, às 17h, um chá da tarde em uma pequena sala com vista espetacular para o Vale do Quilombo.

Quiches, macarons e sanduíches com salmão eram algumas opções de petiscos, todos ótimos --mas senti falta dos scones, aqueles bolinhos assados e ligeiramente doces, considerados clássicos da culinária inglesa e que muito comia quando morei em Londres, durante minha juventude.

Para quem não é hóspede, o chá da tarde custa R$ 200 por pessoa.

Continua após a publicidade

Adega de milhões

Segui meu tour pelo castelo e fui conhecer seu subsolo, onde há uma "Adega Gourmet", ampla e climatizada.

O local oferece alguns dos melhores rótulos de vinhos e espumantes do Brasil e do mundo, com garrafas que chegam a custar R$ 40 mil, como o Château Petrus, um dos vinhos mais cultuados, raros e caros do planeta.

No total, a adega abriga 650 rótulos e cerca de 2.600 garrafas de vários países.

Na adega, é possível ter uma experiência gastronômica completa, na qual os turistas assumem o fogão e podem mostrar suas habilidades de chef. O serviço é oferecido no sistema day use, com valor "a consultar"

Cigar Lounge e 'casa na montanha'

O Cigar Lounge do Castelo Saint Andrews
O Cigar Lounge do Castelo Saint Andrews Imagem: Luciano Nagel
Continua após a publicidade

Do lado de fora do castelo, ao lado do lago, há um espaço dedicado aos apreciadores de um bom charuto cubano. O local, identificado como Cigar Lounge, é construído em madeira, com grande janelas de vidro e uma lareira. Sobre o móvel, havia algumas opções dos melhores charutos cubanos para degustação.

Ainda na parte externa, jardins rodeiam o castelo e o prédio ao lado, que tem arquitetura sofisticada e lembra uma bela casa de montanha.

O Mountain Saint Andrews tem suítes 'independentes' e um 'casa de montanha' com três quartos, em que você pode se hospedar com a família
O Mountain Saint Andrews tem suítes 'independentes' e um 'casa de montanha' com três quartos, em que você pode se hospedar com a família Imagem: reprodução

Trata-se do Mountain. O prédio tem 8 suítes independentes e uma "casa de montanha completa" de 500 m2, com três suítes, em que é possível se hospedar com toda a família (ou amigos).

As diárias nos quartos "individuais" custam de R$ 3.800 a R$ 8.200. Já o aluguel da casa sai por R$ 8.000 o dia.

Algumas suítes têm o banheiro todo envidraçado, com banheira de hidromassagem debruçada sobre o bosque de araucárias.

Continua após a publicidade
Banheiro de um dos quartos do Mountain Saint Andrews
Banheiro de um dos quartos do Mountain Saint Andrews Imagem: Reprodução

Quem fica na casa do Mountain ainda tem à sua disposição um deck elevado incrível, que provavelmente tem uma das vistas mais incríveis do Vale do Quilombo.

O deck da casa
O deck da casa Imagem: Luciano Nagel

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes