PUBLICIDADE
Topo

O "vestido da vingança" de Diana fará história mais uma vez em "The Crown"

Elizabeth Debicki como princesa Diana para a 5ª temporada de "The Crown"; atriz surgiu com réplica do "vestido da vingança", um dos mais famosos da duquesa - Splash News Online
Elizabeth Debicki como princesa Diana para a 5ª temporada de "The Crown"; atriz surgiu com réplica do "vestido da vingança", um dos mais famosos da duquesa Imagem: Splash News Online

Gustavo Frank

De Nossa

09/11/2021 04h00

Não se engane. Não é Diana na foto logo acima deste texto. Quem protagoniza a imagem é Elizabeth Debicki, escolhida para dar vida à duquesa na quinta temporada da série "The Crown".

A semelhança entre a atriz escolhida pela Netflix e a princesa, que em breve também estará nas telonas com Kristen Stewart, já vinha chamando a atenção nas redes sociais há algum tempo, mas bastou o "vestido da vingança" aparecer para termos certeza de que não existiria alguém melhor para o papel.

Em imagens que tomaram as redes sociais nos últimos dias, Elizabeth Debicki surgiu usando o vestido ombro-a-ombro e decotado preto, pouco acima do joelho. Chamado originalmente como o "vestido da vingança".

A peça é uma réplica do look escolhido por Diana para a festa da Vanity Fair, realizada na Serpentine Gallery, em Londres, no dia 20 de novembro de 1994.

À época, o vestido de chiffon foi desenhado pela estilista Christina Stambolian e, assim como nas fotos da gravação para "The Crown", era acompanhado por um colar justo ao pescoço repleto por pérolas e uma pedra central.

Princesa Diana com "vestido da vingança", em 1994 - Getty Images - Getty Images
Princesa Diana com "vestido da vingança", em 1994
Imagem: Getty Images
Elizabeth Debicki como Diana para "The Crown" - Splash News Online - Splash News Online
Elizabeth Debicki como Diana para "The Crown"
Imagem: Splash News Online

"Vestido da vingança"
Um marco na moda pop

Manchete do jornal "The Sun" com Diana usando o "vestido da vingança", no mmesmo dia em que o documentário do príncipe Charles “Charles: The Private Man, The Public Role” estreou na televisão naciona - Reprodução - Reprodução
Manchete do jornal "The Sun" com Diana usando o "vestido da vingança", no mesmo dia em que o documentário do príncipe Charles “Charles: The Private Man, The Public Role” estreou
Imagem: Reprodução

Os fãs da princesa esperavam ansiosamente pelo momento em que o "vestido da vingança" apareceria em algumas das narrativas em que a princesa fora retratada ao longo dos últimos anos.

Em 1994, Diana surpreendeu ao usar a peça em questão no mesmo dia em que o documentário "Charles: The Private Man, The Public Role" estreou na televisão nacional britânica. Na produção, o príncipe revelou que nem sempre foi fiel à mãe de Harry e William.

O look fez com que Lady Di conseguisse "roubar" a atenção da mídia com o vestido usado por ela, minimizando o espaço nos tabloides britânicos sobre as revelações do ex-marido sobre o affair com Camila.

Era um reflexo de sua popularidade: o público parecia estar mais interessado no que ela vestia após a separação, em vez das notícias sobre a infidelidade de Charles.

Essa foi uma das inúmeras vezes em que ela usava a moda como uma ferramenta de autoexpressão — além, é claro, de influência.

Princesa Diana com "vestido da vingança" em Londres, na Inglaterra, em 1994 - Getty Images - Getty Images
Princesa Diana com "vestido da vingança" em Londres, na Inglaterra, em 1994
Imagem: Getty Images

Já o nome "vestido da vingança" foi dado pela mídia. A jornalista Bethan Holt, em uma artigo publicado pelo "The Daily Telegraph", escreveu que "o vestido abrangia o ato de recuperar a narrativa e foi o exemplo moderno definitivo de vestimenta de vingança".

Em livros, escritoras como Caroline McCauley e Georgina Howell, autoras das publicações "Moda, agência e capacitação: agência performática" e "Diana, Sua Vida na Moda", respectivamente, descreveram a criação da estilista Christina Stambolian como uma das mais "estratégicas da moda no mundo contemporâneo".

A mensagem de Diana era clara: aqui estava uma mulher abraçando assumidamente seu poder e sua sexualidade, para que todo mundo visse."
A estilista grega Christina Stambolian em entrevista ao "Telegraph UK".

Revivendo Diana para "The Crown"
O processo por trás do figurino

Elizabeth Debicki em foto promocional como Diana para a 5ª temporada de "The Crown", na Netflix - Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Elizabeth Debicki em foto promocional como Diana para a 5ª temporada de "The Crown", na Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Há uma grande responsabilidade por trás de recriar um dos maiores — e até atuais — ícones de moda do mundo. Para colocar Emma Corrin como Diana, na quarta temporada de "The Crown", a figurinista Amy Roberts foi a encarregada.

Em entrevista para Nossa, Roberts, vencedora do Emmy pelo trabalho em questão, falou sobre o processo minucioso: "No início, quando ainda é uma jovem, ela não é particularmente preocupada com a moda. É a partir da turnê em Sydney, na Austrália, que começa a desenvolver a imagem fashion que muitos têm dela até hoje".

Emma Corrin como princesa Diana na quarta temporada de "The Crown" - Divulgação - Divulgação
Emma Corrin como princesa Diana na quarta temporada de "The Crown"
Imagem: Divulgação

Amy antecipou ainda que seria na quinta temporada, prevista para estrear em 2022, onde poderemos ver a Diana com a imagem fashionista que temos dela atualmente. A recente aparição do "vestido da vingança", com Elizabeth Debicki, é uma prova disso.

Esses looks serão como um breve aceno e irão nos preparar para a sua aparição na quinta temporada da série. Suas roupas, a partir de então, vão refletir como Diana percebe a si mesma como uma figura que tem poder e atratividade".
A figurinista Amy Roberts em entrevista para Nossa

Em declaração para Nossa, a atriz Emma Corrin também comentou sobre a responsabilidade de interpretar Lady Di.

"Na minha opinião, a moda de Diana marcou uma mudança grande na família real, trouxe uma modernidade para eles", opinou. "Isso fez com que ela os levasse para outro nível, trabalhando com designers internacionais e indo até mesmo para o Met Gala".