PUBLICIDADE
Topo

Noronha diz que voos para a ilha anunciados por Latam não têm autorização

Nos planos de expansão, a LATAM divulgou também que passaria a voar para Fernando de Noronha - Getty Images
Nos planos de expansão, a LATAM divulgou também que passaria a voar para Fernando de Noronha Imagem: Getty Images

Eduardo Vessoni

Colaboração para Nossa

17/09/2021 13h04

Na última quarta-feira (15), a Latam divulgou seus planos de expansão para os próximos meses e, entre as novas rotas, anunciou que passaria a voar para Fernando de Noronha.

Porém, no dia seguinte ao anúncio, a Administração da ilha emitiu nota dizendo que a aérea ainda não tem autorização para operar a rota Recife-Noronha. No comunicado, também recomendava aos turistas não comprar passagens sem esse aval "para evitarem problemas futuros".

Segundo a nota, para operar é necessária uma autorização da Administração Geral da Autarquia Territorial Distrital Estadual de Fernando de Noronha, conforme estabelecido na resolução Nº 440 de 9 de agosto de 2017 pela Agência Nacional de Aviação Civil.

De acordo com artigo 4º do documento, "a etapa de voo somente poderá ser cadastrada na ANAC após prévio acordo do operador [no caso, a companhia aérea] com os aeroportuários envolvidos e com os provedores de serviços de navegação".

Procurada pela reportagem de Nossa para mais detalhes, a assessoria de imprensa da Administração de Noronha informou que não iria se pronunciar além do que já havia sido divulgado em nota.

Atualmente, a ilha recebe voos diretos da capital pernambucana, operados pela Azul e pela GOL.

Não comprem passagens

Segundo a própria administração noronhense, há um número limitado de visitantes em Noronha, e "já estamos operando em nossa capacidade máxima", sendo impossível novas autorizações de acréscimo no número de voos.

Segundo o Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental de Fernando de Noronha, documento que define as ações que orientam a gestão de uma Unidade de Conservação, cerca de 108 mil passageiros estão autorizados a desembarcar na ilha, anualmente, provenientes dos três voos diários regulares, além de extras e charters.

No final de agosto, porém, foi anunciado o início de um estudo técnico de atualização do Plano de Manejo noronhense, a cargo do ITEP (Instituto de Tecnologia de Pernambuco), uma vez que o documento atual é de junho de 2017 e estava elaborado desde 2002.

Sobre o anúncio feito pela LATAM, a Administração de Fernando de Noronha pediu que, "para evitarem problemas futuros", turistas "não comprem passagens que não tenham autorização da Administração de Fernando de Noronha".

O departamento de relações com a imprensa da LATAM informou à Nossa que a companhia aérea ainda não está vendendo bilhetes para o destino, e que a nota divulgada esta semana seria o anúncio de sua intenção em lançar esse novo voo.

"A LATAM segue em tratativas com as autoridades locais para a obtenção das respectivas autorizações para poder oficializar as vendas", informou por e-mail a assessoria de imprensa da companhia.