PUBLICIDADE
Topo

Recortes e mamilos à mostra: regatas virão em nova versão no próximo verão?

Marcas internacionais estão apresentando as blusas com modelagens bem diferente do que estamos acostumados a ver e usar. No Brasil, já há opções. Será que a moda pega? - Divulgação/Another Place
Marcas internacionais estão apresentando as blusas com modelagens bem diferente do que estamos acostumados a ver e usar. No Brasil, já há opções. Será que a moda pega? Imagem: Divulgação/Another Place

Gustavo Frank

De Nossa

15/08/2021 04h00

Combinadas com uma calça jeans, por baixo de uma camisa mais ampla e prática para o dia a dia, as regatas masculinas são peças que cumprem um papel quase fundamental para o nosso guarda-roupa no verão — e nos dias mais quentes. E se depender das coleções mais novas mundo afora, elas virão reinventadas para quem quer fugir do básico e explorar o caimento delas no próprio corpo.

Apresentadas como teias de aranha acopladas ao busto, as regatas com recortes bem diferente do que estamos acostumados a ver estão invadindo as passarelas como uma (possível) nova tendência. Uma das grifes a investir nesse novo formato foi a Rick Owens.

O estilista norte-americano vestiu seus modelos com as peças explorando novas visões sobre o corpo masculino. Uma delas, na cor branca, apareceu como uma espécie de body, com alças que se estendem aos ombros e cintura.

Rick Owens | SS22 - Divulgação - Divulgação
Rick Owens | SS22
Imagem: Divulgação

É importante ressaltar como a ascensão da moda sem gênero influencia nessas novas versões — Owens é um dos artistas na moda a trabalhar com esse modelo que desafia os antigos padrões e apresentou crescimento de 46% nas buscas no primeiro trimestre, em todo o mundo.

Este fim do gênero não necessariamente repercute no fato de que homens usem saias ou vestidos, por exemplo, mas vão ainda mais além: é um desafio para que exista uma flexibilidade vasta sobre como uma peça de roupa pode ser vestida. No caso das regatas, por exemplo, deixar mais do que só os braços à mostra.

Moda internacional

Y/Project | SS22 - Divulgação - Divulgação
Y/Project | SS22
Imagem: Divulgação
Y/Project | SS22 - Divulgação - Divulgação
Y/Project | SS22
Imagem: Divulgação

Nessa mesma pegada, a Y/Project, comandada pelo designer Glenn Martens, responsável também pela direção criativa da Diesel, mostrou essa reinvenção na sua colaboração com a marca esportiva Fila. Mais uma vez, tanto para os homens, como para as mulheres.

Se tivermos como inspiração Harry Styles, Lewis Hamilton e A$AP Rocky, é uma oportunidade para investir em acessórios, como os colares, que podem protagonizar as áreas descobertas pelo tecido.

Já a francesa Courreges — vestindo ninguém menos do que Marc Jacobs em algumas de suas publicações no Instagram — parece ter usado um dos pilares da moda pandêmica para apresentar as regatas diferentonas: o conforto.

Na coleção de Primavera 2022, as roupas feitas a partir de materiais mais elásticos se destacaram. As blusas em questão pareciam imitar coletes de BDSM, na cor preta, deixando o busto e o abdômen expostos. Em outra versão, a regata se mistura com a calça debaixo e se transforma em um macacão.

Courreges | Primavera 2022 - Divulgação - Divulgação
Courreges | Primavera 2022
Imagem: Divulgação
Courreges | Primavera 2022 - Divulgação - Divulgação
Courreges | Primavera 2022
Imagem: Divulgação

Território brasileiro

A marca Another Place já lidera esse formato das regatas no mercado brasileiro - Reprodução/Instagram/MAR+VIN - Reprodução/Instagram/MAR+VIN
A marca Another Place já lidera esse formato das regatas no mercado brasileiro
Imagem: Reprodução/Instagram/MAR+VIN

No Brasil, não é diferente. De olho nessas modelagens diferentes já há um tempo, a Another Place, marca responsável por levar o Brasil para o festival de Fashion FIlms em Milão, na Itália, já usa e abusa desse artíficio para a sua moda.

Na coleção apresentada na mais recente edição do São Paulo Fashion Week, a label fez uma festa, em colaboração com a cerveja Becks, que trazia roupas com mistura em preto e verde como as protagonistas das pistas de dança. A brasileira ousa ainda ao deixar os mamilos masculinos prontos para o bronzeado.

As marcas de sol ficam por contra própria.

Another Place - Divulgação - Divulgação
Another Place
Imagem: Divulgação
Another Place - Divulgação - Divulgação
Another Place
Imagem: Divulgação

Opções para compra e inspirações não faltam para que comecemos a usar essas peças em dezembro deste ano. A pergunta que fica é: os homens estão prontos para se vestirem de forma menos básica e mais ousada?