PUBLICIDADE
Topo

Aprenda truques para decorar a parede e evitar danos com furadeira

Sala de estar com decorações na parede, como quadro e instalação de estruturas - Reprodução/Pinterest
Sala de estar com decorações na parede, como quadro e instalação de estruturas
Imagem: Reprodução/Pinterest

Gustavo Frank

De Nossa

27/04/2020 04h00

Uma das maneiras de deixar a casa com a sua cara é inserir decorações nas paredes. Entre quadros, como a galery wall, plantas ou estantes, para imprimir sua personalidade, antes de qualquer coisa é necessário estar atento a alguns cuidados para não danificar a pintura ou até mesmo a estrutura da casa.

O Nossa bateu um papo com a arquiteta Luciana Gomes, sócia da As Arquitetas SP, para te guiar nessa pequena reforma no seu cantinho, além de pegar alguns truques que podem facilitar essa manutenção.

1. Planejamento e análise

Estantes e quadros - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Checar a estrutura da parede e as tubulações são os principais cuidados antes de usar a furadeira
Imagem: Reprodução/Pinterest

Antes de qualquer coisa, é preciso verificar corretamente a superfície em que a decoração será instalada. É importante analisar se a parede é de alvenaria ou gesso, o peso dos objetos que serão colocados e estar atento se alguma tubulação hidráulica, elétrica ou de gás passa por lá.

"Faça um planejamento para evitar furos indesejados que só vão estragar sua parede. Determine a altura que você quer colocar o objeto e observe onde são os pontos de fixação do objeto, se necessitará fazer um ou mais furos na parede, e marque estes furos a lápis antes de sair furando", recomenda Luciana. "Nos meus projetos, tento estabelecer pelo menos 1,60 metro de altura em relação ao piso".

2. Cuidado onde vai furar

Decoração cozinha - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Cômodos, como a cozinha e o banheiro, que podem ter azulejo na parede têm cuidados (e truques) diferentes
Imagem: Reprodução/Pinterest

O tipo de revestimento da parede também é importante, isso porque superfícies revestidas com azulejos, por exemplo, são bem mais lisas.

"Se for pendurar um objeto leve, uma boa opção é usar pregos pequenos no rejunte, no espaço entre os azulejos, ao invés de usar uma furadeira", diz.

Nesses casos, para evitar que a furadeira escorregue a dica é colar uma fita crepe sobre o ponto onde será feito o furo no azulejo e furar através da fita.

"É de extrema importância também saber se na parede em questão passa alguma tubulação de hidráulica, elétrica ou gás", lembra a arquiteta. "Se você não possui a planta de instalações da sua casa ou apto, é bom evitar furar próximo ou em cima de registros, pias ou quaisquer pontos de água — lembre-se que os canos, em geral, correm na vertical para estes pontos de água, e depois na horizontal entre um ponto e o outro. Isso serve tanto para paredes dentro de um banheiro ou cozinha, como aquelas que fazem divisas com esses ambientes".

3. Conheça a sua furadeira

Furadeira - Reprodução - Reprodução
Furadeira pode exercer funções específicas para determinados materiais
Imagem: Reprodução

É importante estar atento às funções que sua ferramenta pode exercer e quais modos podem ser usados.

"Verificar se sua furadeira está no modo impacto para furar paredes. Muita gente não sabe, mas, em geral, as furadeiras têm funções para furar superfícies mais 'moles' como madeira ou mais 'duras' como paredes de alvenaria", comenta.

Escolher a broca certa também é importante para cada tipo de parede, assim como o tamanho da broca para a bucha que será usada.

"É preciso checar se a bucha e o parafuso são compatíveis e determinar a profundidade do furo e a espessura da parede, para evitar erros", complementa.

4. Como usar fitas para prender objetos?

Parede decorada - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Peso suportado pela fita e cuidados após colocá-la na parede devem ser priorizados
Imagem: Reprodução/Pinterest

É possível também usar fita dupla face de espuma para fixar quadros e outros objetos mais leves nas paredes.

"Antes do uso da fita, é importante limpar as superfícies que serão usadas e verificar a quantidade de fita recomendada pelo fabricante em relação ao peso do objeto; algumas fitas suportam 1 kg a cada 30 cm, por exemplo", comenta Luciana.

Depois de colar a fita é essencial segurar o objeto pressionando-o contra a parede por um minuto, assim você garante bem a fixação.

"Fitas dupla face de espuma são boas opções para quem quer decorar paredes de forma rápida e prática. Assim como para quem está em um imóvel alugado e não quer sair furando as paredes, e ainda para aquela parede que tem canos e não é recomendado usar a furadeira", acrescenta. "Convém lembrar que algumas superfícies não são adequadas para o uso da fita. Paredes muito porosas como de tijolinhos, com texturas ou também revestidas com papéis de parede".

5. Existem outras opções além das fitas?

Luciana cita os velcros adesivos e os ganchos adesivos, ambos usados, em sua maioria, para colocar cabideiros na parede. No entanto, não necessariamente precisam se restringir a esse papel.

"Eles também servem para pendurar quadros", conta. "Existem modelos transparentes, brancos e coloridos. O peso que eles suportam deve ser sempre conferido na embalagem para garantir que irá aguentar.
Usando a criatividade, é possível criar suportes vazados como grades para pendurar objetos".

Tela - Divulgação/As Arquitetas SP - Divulgação/As Arquitetas SP
Tela citada por Luciana Gomes para usar como decoração na parede de casa
Imagem: Divulgação/As Arquitetas SP

Tela 2 - Divulgação/As Arquitetas SP - Divulgação/As Arquitetas SP
Instalação pode esconder imperfeições e para posicionar vasos com plantas
Imagem: Divulgação/As Arquitetas SP

"Com isso, é possível usar essas telas para criar um mural pendurando fotos e quadros. Esses suportes podem ser feitos com materiais mais elaborados ou bem simples, como réguas de madeira".

6. Como evitar o desgaste na pintura da parede?

Parede decorada - Reprodução/Pinterest - Reprodução/Pinterest
Paredes que passaram por mais de uma pintura exigem cuidado redobrado na hora de retirar as fitas
Imagem: Reprodução/Pinterest

Luciana salienta que essa é uma questão bem delicada, pois é preciso bastante cuidado para remover as fitas das paredes, principalmente se ela já tiver recebido várias demãos de tinta.

"Já ouvi dizer de alguns truques como secador e óleo de cozinha, mas tenho muito receio de estragar o quadro e a parede usando essas coisas. Então, prefiro ir com cuidado mesmo, retirando bem devagarinho e com calma", destaca.

7. Nem furadeira, nem fita: use o chão

Quadro - Divulgação/As Arquitetas SP - Divulgação/As Arquitetas SP
Quadro apoiado no chão, dependendo de suas dimensões, é estratégia de decoração
Imagem: Divulgação/As Arquitetas SP

Decoração - Divulgação/As Arquitetas SP - Divulgação/As Arquitetas SP
Aproveite estantes para colocar as decorações e evite fazer vários furos na parede
Imagem: Divulgação/As Arquitetas SP

Ainda com receio de pendurar os objetos na parede? Para isso, existe uma solução: use o chão da sua casa como superfície e as paredes como apoio. Essa alternativa moderniza o ambiente, como conta Luciana, e evita desgastes.

"É possível apoiar quadros no chão, usar a pintura direto na parede ao invés de emoldurar (como grafitar uma parede), vasos com suporte de teto, jardineiras, entre outras alternativas, que podem deixar o lugar mais estiloso", opina. "O letreiro em neon, que está em alta, é outra opção de decoração bem legal".