PUBLICIDADE
Topo

UE autoriza viagens não essenciais a partir do Canadá, Arábia Saudita e Catar

iStockphotos
Imagem: iStockphotos

02/07/2021 09h59

O Conselho da União Europeia incluiu nesta quinta-feira o Canadá, Arábia Saudita e Catar na lista dos países epidemiologicamente seguros, cujos cidadãos podem viajar para a UE também a passeio e não apenas por motivos essenciais.

No total, 11 novos países foram adicionados à lista, que é revisada a cada duas semanas: Armênia, Azerbaijão, Bósnia e Herzegovina, Brunei, Canadá, Jordânia, Montenegro, Catar, Moldávia, Arábia Saudita e Kosovo, disse o comunicado do Conselho, uma instituição na qual os governos dos Vinte e Sete estão representados.

Albânia, Austrália, Israel, Japão, Líbano, Nova Zelândia, Macedônia do Norte, Ruanda, Sérvia, Singapura, Coreia do Sul, Tailândia, Estados Unidos e China (esta última se houver reciprocidade) já constavam na lista.

O Conselho também já havia indicado que as restrições podem ser gradualmente levantadas aos passageiros das zonas administrativas especiais chinesas de Hong Kong e Macau, bem como de Taiwan.

Nesta recomendação, os residentes de Andorra, Mônaco, San Marino e do Vaticano são considerados residentes da UE.

Os países associados do Espaço Schengen (Suíça, Noruega, Islândia e Liechtenstein) também fazem parte da recomendação.

Os critérios para determinar os países terceiros para os quais as restrições de viagem devem ser levantadas foram atualizados em 20 de maio.

A situação epidemiológica e a resposta global à covid-19, bem como a fiabilidade e disponibilidade da informação, são levadas em conta para decidir quais os países que estão incluídos na lista.

Para os cidadãos dos países da lista, cada Estado-Membro decide se lhes impõe ou não uma quarentena à chegada ao seu território.

Esta recomendação do Conselho da UE não tem qualquer vínculo jurídico, em qualquer caso, mas a instituição alerta que um Estado-Membro não deve decidir levantar as restrições de viagem a países que não constam da lista sem decidir de forma coordenada no seio da União.