PUBLICIDADE
Topo

"Sommelier da Depressão" entrega os 5 maiores erros dos cervejeiros

Getty Images
Imagem: Getty Images

Juliana Simon

Do UOL

30/07/2017 04h00

Quem ama cerveja e busca novidades sobre a bebida na web, já se deparou com uma figura popular entre os cervejeiros: o "Sommelier da Depressão". O personagem das redes sociais costuma tirar um sarro de quem se mete a ditar regras, sem ter o menor domínio do assunto.      

Cervejeiro caseiro e sommelier, Charles Henrique, o RG por trás da arroba "sommelierdepre", conta que desde 2013 "fiscaliza as bizarrices cervejeiras" pelo Facebook, Instagram, YouTube e pela rede social cervejeira Untappd.

Com uma abordagem cheia de humor, ele e os colegas Raoni Soares e Guilherme Mendes recebem várias "denúncias" de pecados cometidos contra a bebida e dão lições de como não tratá-la.

Ao UOL, o Sommelier entregou algumas delas.

Copo sujo

Copo sujo - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão
Imagem: Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão

Sabe aquelas bolhas grudadas do lado de dentro do copo? Sinal de que ele está sujo. E esta é a denúncia campeã no Sommelier da Depressão: não faltam fotos de cervejas caríssimas, raras, saborosas, servidas em copos porquinhos e porcões. 

99% "colarinho"

Brazilian Pour - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão
Imagem: Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão

Em muitos estilos, aquela espuma linda é mais do que desejada. Porém, não exagere. Cada tipo de cerveja pede um jeito de servir e, em nenhum deles, o copo fica com mais espuma que líquido. A prática (errada) já faz tanto sucesso que ganhou até um nome pelo SDD: Brazilian Pour. "Virou campeonato. Queríamos mostrar aos gringos que quem faz as regras é o brasileiro. #Brazilianpour é bem mais lindo que o #Gringopour", diz Charles.
 

Estupidamente gelada

Geladas - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão
Imagem: Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão

A cerveja a temperaturas baixíssimas foi, por muito tempo, sinônimo de qualidade e ainda povoa as redes sociais cervejeiras. Porém, até para os exemplares mais delicados e refrescantes o recomendado é que o líquido nunca esteja abaixo de 5 ºC. Se estiver tão gelada a ponto de "congelar" a língua, não tem como sentir sabor algum.
 

Análises poéticas e pérolas mil 

Estilos - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão
Imagem: Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão

"O que mais irrita a gente é aquele cara que fala mal da cerveja sem sequer entender o mínimo dela ou do estilo", diz o SDD. "Temos também a série #poetasdountappd. Lá reunimos as melhores análises e fotos que essa ferramenta pode fornece". Na tentativa de fazer bonito, muitos inventam nomes, termos e sensações para descrever a cerveja. Não basta beber para saber o que tem na garrafa e "atacar" de sommelier exige bastante estudo.
 

"Arte" no copo

Criatividade - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão - Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão
Imagem: Reprodução/Facebook Sommelier da Depressão

"Colocar tampinha na espuma, garrafa virada de ponta cabeça na cerveja. A última foi enfiar um coelho no copo", lembra o SDD. Vale tudo na hora de mostrar para os amigos aquela "breja" do fim de semana. O resultado, no entanto, é uma zoeira sem fim de seguidores.