PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro: "Corinthians tem elenco caro, brigar por Libertadores é o mínimo"

Do UOL, em São Paulo

16/01/2021 04h00

O Corinthians entrou voltou a campo com a maior goleada da edição atual do Campeonato Brasileiro, com os 5 a 0 diante do Fluminense na Neo Química Arena, na última quarta-feira (13), e se colocou definitivamente na disputa por uma vaga na Copa Libertadores, que pode ser até facilitada pelo fato de haver a final entre Grêmio e Palmeiras na Copa do Brasil e entre Santos e Palmeiras na competição sul-americana.

No podcast Posse de Bola #91, Mauro Cezar Pereira analisa a melhora do time dirigido pro Vagner Mancini e reconhece que o treinador está conseguindo fazer um bom trabalho, mas ressalta que o parâmetro anterior com Coelho e Tiago Nunes era baixo, e que brigar por vaga na Libertadores e não para fugir do rebaixamento é o mínimo para o elenco que é um dos mais caros do futebol brasileiro.

"Eu continuo achando que melhorou muito, é evidente que melhorou muito, mas também parte de um nível de futebol abaixo do sofrível, um negócio horroroso, que era o Corinthians na época do Coelho, o Tiago Nunes foi um fracasso. Melhorou bastante, o Corinthians tem bons jogadores, o Cazares está jogando por enquanto, não está dando problema, porque ele dá defeito, por isso que o Atlético-MG liberou, é um jogador complicado”, diz Mauro Cezar.

"É óbvio que tem um progresso evidente, mas partindo também de um nível muito baixo, isso favorece também. Qualquer progresso quando você está tão mal, é maravilhoso, sensacional”, completa.

O jornalista destaca que a atuação do Fluminense no jogo da última quarta-feira facilitou ainda mais a recuperação do time corintiano e que agora o time alvinegro se coloca em uma posição na qual se espera, além de apresentar um bom trabalho feito por Mancini no comando de um clube grande.

"Facilitou ainda mais a ampliação da boa sequência de vitórias do Corinthians e a brigar por uma vaga na Libertadores. São tantas vagas, se não brigar também, o que também, vamos combinar, o Corinthians tem um dos elencos mais caros do Brasil, brigar pela Libertadores é o mínimo que tem que fazer, porque estava uma porcaria antes, não significa que 'ah agora', não, já deveria estar brigando por coisa maior desde o começo do campeonato”, diz Mauro Cezar.

"O investimento que o Corinthians faz no futebol é altíssimo, é um dos três ou quatro mais caros do Brasil, entre os elencos, se você colocar os jogadores emprestados então, aí ferrou, a coisa complica mais ainda. Mas estava muito lá atrás e agora está brigando mais próximo daquilo que deveria ser e o Mancini aproveitando bem para fazer um brilho em um time grande, já que nas vezes anteriores em que ele comandou times do tamanho do Corinthians, ou próximo disso, raramente conseguiu se destacar, mas é um técnico que tem a sua trajetória e acho que está fazendo agora um trabalho bacana no Corinthians também, aproveitando que pegou terra quase arrasada ou arrasada mesmo e está transformando em algo minimamente aceitável até em um prazo muito curto", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol