PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Ainda acho que Luxemburgo pode fazer alguma coisa na Libertadores

Do UOL, em São Paulo

12/10/2020 17h11

O Palmeiras perdeu sua invencibilidade de 20 jogos na quarta-feira, diante do Botafogo, e viu um tabu de nunca ter perdido para o São Paulo no Allianz Parque também acabar no clássico do último sábado, situação que rendeu críticas ao técnico Vanderlei Luxemburgo e pedidos de sua demissão por parte dos torcedores nas redes sociais.

No podcast Posse de Bola #64, Arnaldo Ribeiro afirma que ainda vê chances de o técnico poder fazer alguma coisa a partir das oitavas de final da Libertadores e não acredita na demissão dele até o início do mata-mata a não ser em caso de uma sequência maior de derrotas.

"O Luxemburgo fica em uma situação desconfortável, a torcida organizada rompeu com ele, era das poucas que ainda demonstravam algum apoio. Eu acho que ainda pode fazer alguma coisa no mata-mata da Libertadores, que o Palmeiras no Brasileiro, assim como o Grêmio do Renato, pelos empates e a falta de vitórias, ele vai ficando cada vez mais para trás", diz Arnaldo.

"Agora, ele tem uma boia, que é a Libertadores, que é obsessão e tudo mais, só vai jogar a Libertadores, o mata-mata, em novembro, eu acho pouco provável, a não ser que o Palmeiras comece a perder jogo atrás de jogo, que exista a troca, até porque o cenário de opções ele é esse aí, o Corinthians foi recorrer ao Vagner Mancini, o Vasco está tentando descolar algum coelho da cartola, o Cruzeiro já mandou outro, não tem muita opção para o momento", completa.

Arnaldo afirma que não apenas o técnico Luxemburgo, mas a diretoria do Palmeiras também ficou exposta com as duas derrotas, em especial contra o rival São Paulo, inclusive com o momento em que o time perde jogadores de seu elenco, como Diogo Barbosa, Vitor Hugo e Bruno Henrique, ao mesmo tempo em que tem desfalques pelas convocações para as eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo.

"Nessa semana ficou evidente também, além das limitações do Luxemburgo, as limitações dessa diretoria atual do Palmeiras, que sempre passa à margem. A diretoria do Palmeiras aceitou liberar jogador para a seleção brasileira fazendo festa, o Gabriel Menino, que nunca vai ser utilizado pelo Tite, e seria muito importante no sábado pelos desfalques todos, a diretoria do Palmeiras está negociando jogadores reservas sem grande alarde", diz Arnaldo.

"Mesmo sem ter ainda a confirmação da negociação, tira os caras dos jogos. Tirou o Vitor Hugo do jogo contra o Botafogo, tirou o Bruno Henrique do jogo contra o São Paulo, então o elenco do Palmeiras que era aquela maravilha toda, ele vai aos poucos perdendo, não é só o Dudu, titular, é o Diogo Barbosa, é o Vitor Hugo, é o Bruno Henrique, e contra o São Paulo, a escalação do São Paulo do Diniz já era mais forte que a do Palmeiras do Luxemburgo no papel", completa.

O jornalista também cita o aspecto político do clube, que não tem eleições em 2020, mas em 2021, com ligação da patrocinadora Leila Pereira, possivelmente candidata à sucessão de Maurício Galiotte. Ele critica a atuação da diretoria do Palmeiras no ano.

"A gente sempre fala do Corinthians e do São Paulo, da bagunça, da eleição, como se a do Palmeiras fosse mil maravilhas, não é. A diretoria do Palmeiras é fraca, omissa e monta times pseudo bons e, na verdade, o que a gente vê de 2020 é muito pouca gente vindo e um monte de gente saindo", diz Arnaldo.

"Sem tirar a culpa e responsabilidade do Luxemburgo, que faz um trabalho nota 5, a diretoria do Palmeiras está indo muito mal e está numa sinuca, todo mundo agora quer a troca de treinador e eles não sabem para onde ir, assim como não sabiam no ano passado quando trouxeram o Mano Menezes para uma tentativa final no Brasileirão", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol