PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arsenal não venderá Özil e Sánchez em janeiro, diz técnico

Mesut Özil, do Arsenal, com Arsène Wenger - false
Mesut Özil, do Arsenal, com Arsène Wenger

28/11/2017 11h15

Arsène Wenger, técnico do Arsenal, descartou vender Mesut Özil e Alexis Sánchez durante a janela de transferência de janeiro, "a menos que algo inacreditável aconteça".

Os dois jogadores estão sem contrato para o verão europeu e foram tema de muita especulação sobre uma possível saída - há relatos de que Özil está na mira do Manchester United e do Barcelona, e Sánchez foi objeto de uma proposta malsucedida do Manchester City no último verão.

Falando antes do jogo de quarta-feira contra o Huddersfield Town, Wenger foi indagado se acredita que ambos ainda estarão no clube quando a janela de transferência de janeiro se fechar.

"Sim, é claro. Eu descarto isso. Não penso nisso todo dia", respondeu.

"Enquanto estiverem aqui darão o melhor para o clube. Na minha cabeça eles continuam até o final da temporada, a menos que algo inacreditável aconteça, não vejo isso mudar".

Se nenhum dos dois assinar uma renovação de contrato, ambos podem começar a negociar com outros times em janeiro para se mudarem no verão.

Quando indagado se acredita que a dupla continuará no time no longo prazo, Wenger disse: "Não sou o único que decide isso. Eles também têm que decidir".

O treinador ainda falou sobre o futuro de Jack Wilshere, que também foi ligado a uma transferência por não ter garantido uma presença constante na escalação principal nesta temporada.

"Sempre levei em conta seus interesses porque ele joga no Arsenal desde menino", disse Wenger. "Minha prioridade é o que for melhor para ele".

"Tenho que levar em conta os interesses de Jack Wilshere e do Arsenal. Se achar que é do interesse dele continuar aqui, lutarei 100 por cento por isso".

Futebol