PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atuações ENM: Coletivo do Ceará sobra em vitória pela Sul-Americana; veja as notas

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

06/07/2022 21h41

Pelo duelo de volta, nas oitavas de finais da Copa Sul-americana, o Ceará recebeu o The Strongest/BOL. Com vantagem no placar agregado, o Alvinegro poderia até empatar, que mesmo assim avançaria. Apesar do início confuso, de erros de passes e falta de entrosamento, tudo mudou quando aos 24 minutos da etapa inicial, Richardson arriscou de fora da área e marcou um golaço.

O gol empurrou o Vovô, que rapidamente marcou novamente, três minutos depois. Em tabela de Mendoza e Richard, Victor Luís surgiu na pequena área, recebeu do volante e tocou rasteiro, ampliando o marcador. Mendoza ainda marcou em seguida, aproveitando passe de Vina, mas o gol foi anulado por impedimento. Na etapa final, Lima aproveitou rebote após falta e fechou o placar.

O principal ponto positivo do Ceará na noite desta quarta-feira (06), foi o coletivo. Os comandados de Marquinhos Santos fizeram o torcedor brilhar os olhos, com marcação na saída de bola adversária. Sem a bola, Vina exemplificou a dedicação tática, ao voltar sempre para recompor. Ofensivamente, sempre que chegava, era na base do toque de bola com dois ou três nomes.

Destaques do Ceará

Mendoza: Quase um mês depois, o destaque Alvinegro da temporada voltou aos gramados, após tratar de lesão. E o Vovô sentiu bastante sua ausência. Hoje, o camisa 10 atuou como se nada tivesse acontecido e foi mais uma vez, protagonista. Deu a chamada pré-assistência, no segundo gol. Em seguida, aproveitou passe de Vina e marcou o seu. Entretanto, estava impedido e teve seu tento anulado.

Na etapa final, o colombiano teve grandes chances, mas o gol não saiu. Também foi fundamental na construção ofensiva, sempre partindo em velocidade, abrindo espaços e dando assistências. Aos 40 minutos, foi substituído. Ovacionado, o camisa 10 descansou no banco.

Nota: 8

Victor Luís: O lateral foi bastante participativo e agudo. Basicamente se postou no campo adversário, onde foi parceiro de Mendoza, pelo lado esquerdo. Marcou o segundo gol em jogada de Mendoza, que tocou para Richard na área. Victor surgiu de fora da área e sem que a zaga do Tigre percebesse, o camisa 33 recebeu na pequena área e guardou.

Nota: 7,5

Confira as demais notas:

João Ricardo: 7,0
Nino Paraíba: 7,0
Messias: 7,0
Luiz Otávio: 7,0
Victor Luís: 7,5
Richardson: 7,5
Richard: 7,0
Vina: 7,0
Lima: 7,5
Mendoza: 8,0
Zé Roberto: 6,5

Entraram:

Iury Castilho: 7,0
Cléber: 7,0
Rodrigo Lindoso: 6,5
Fernando Sobral: 6,5
Dentinho: 6,0

Futebol