PUBLICIDADE
Topo

Futebol

MSI 2022: T1 não toma conhecimento da G2 e vai à final em casa

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/05/2022 07h40

T1 semifinal MSI 2022

A T1 não tomou conhecimento da G2 e garantiu um fácil 3-0 na série para se classificar para a final do MSI 2022. A equipe da casa teve escolhas diferentes nas duas primeiras partidas, pegando os europeus de surpresa e ajudando a garantir vitórias fáceis à finalista.

Para saber mais informações, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebookInstagram e Youtube.

Jogo 1

  • T1: Gwen, Viego, Tristana, Xayah e Renata Glasc
  • G2: Gangplank, Jarvan IV, Galio, Aphelios e Pyke

A equipe da G2 foi pega de surpresa com o diferente, mas antigo, pick de Tristana para as mãos de Faker. A equipe europeia tinha uma proposta de acelerar o jogo com o pick de Jarvan e Pyke em cima da botlane coreana, mas a Yordle atiradora jogando no meio conseguiu responder a cada movimentação no mapa que a G2 tento encaixar.

Já com uma boa vantagem no jogo, a T1 viu a G2 tentar uma jogada com quatro jogadores na rota inferior, sou responder muito bem com o Arauto no mid para abrir as duas primeiras torres na rota e afunilar os recursos nas mãos do Faker.

Com a Tristana do Faker com incríveis três itens fechados mais a bota aos 20 minutos de jogo, a T1 forçou e garantiu o barão, abriu a rota superior da G2 e finalizou a partida logo na empurrada seguinte.

Jogo 2

  • G2: Sion, Viego, Ahri, Aphelios e Braum
  • T1: Yone, Lee Sin, LeBlanc, Xayah e Nautilus

A T1 novamente trouxe um pick totalmente fora do meta e colocou um Yone nas mãos do Zeus para confrontoar o Sion do BrokenBlade. A escolha foi uma tentativa de diminuir o impacto do toplaner adversário que teve suas melhores atuações na competição com campeões tank.

A T1 não conseguiu acelerar tanto a partida como fez na anterior e viu a G2 conseguir vencer algumas lutas ao passo em que sua composição fazia. Mas a equipe de Faker forçou um Barão com toda a equipe da G2 viva, que sem visão correu para impedir, mas foi pega em meio a rotação pelo incrível Nautilus do Keria.

E novamente com o bônus do Barão a equipe da T1 organizou uma empurrada por uma rota lateral, venceu a luta final e abriu dois a zero na série.

Jogo 3

  • G2: Ornn, Nocturne, Zoe, Miss Fortune e Karma
  • T1: Gnar, Lee Sin, Akali, Xayah e Renata Glasc

O jogo novamente não teve um início avassalador da T1 mas teve a equipe da casa garantindo a vantagem aos poucos na partida. Pelo lado da G2, as escolhas dentro do jogo foram muito inconsistentes e mostraram um grande abalo mental na equipe.

Com todas as rotas tendo grande vantagem sobre seus adversários, a T1 pôde ficar solta no mapa e fazer o que bem entendia em busca da vitória.

E com uma péssima escolha de mover toda sua equipe para matar o Gnar do Zeus, a G2 viu o toplaner inimigo garantir dois abates sozinho enquanto o restante da T1 levava toda sua linha defensiva da rota do meio. E com tranquilidade para capitalizar e empurrar no momento certo, a T1 não tomou conhecimento e garantiu o 3-0 na série e se classificou para a grande final do MSI.

MSI 2022

Após dois anos sem competições em nível mundial no cenário de League of Legends por conta da pandemia de Covid, as equipes foram para a Coréia do Sul em busca de mostrar do que suas regiões eram capazes de fazer. Mesmo assim, as regiões asiáticas se mostraram ainda superiores e a final do MSI será disputado pela grande rivalidade do LoL: China, com a RNG, e Coréia, com a T1.

Futebol