PUBLICIDADE
Topo

Futebol

'Longe de estar decidido', afirma Cuca sobre grande vantagem na liderança do Brasileirão

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

24/10/2021 19h20

O Atlético-MG venceu o Cuiabá por 2 a 1, de virada, após um início de jogo insano, com dois gols em três minutos. O técnico Cuca analisou a partida, elogiando o adversário e também a postura do time após o gol cedo. Além disso, também falou sobre a vantagem no topo da tabela.

+ Hulk e Arana falam em 'manter os pés no chão' e exaltam torcida do Atlético-MG: 'De tirar o chapéu'

+ Atlético vence Ipatinga e encara o América na semifinal do Mineiro Feminino

+ Atlético-MG vence Botafogo e se classifica para as semifinais do Brasileiro sub-20

O gol do Cuiabá saiu logo aos dois minutos, com um recuo de bola bizarro de Nathan Silva, que entrou direto para o gol. Cuca analisou como “um lance fatídico, que infelizmente acontece”, mas elogiou a forma do time se reerguer após essa surpresa. O treinador também elogiou a postura do Cuiabá: “Eu não esperava o Cuiabá super fechado. Sabia que iam propor, em alguns momentos, marcar pressão e em outros sair no contra-ataque.” e afirmou que “nessa altura (do campeonato), qualquer “negociação de resultado”, é muito complicada”, por isso a virada do Galo e a postura do time foi tão importante.

Hoje foi um jogo complicadíssimo, tivemos a paciência e o equilíbrio, fomos uma equipe madura para não ceder muitas chances ao adversário, principalmente no segundo tempo – Cuca

A vitória coloca o Galo 11 pontos na frente do Fortaleza, atual vice-líder; 13 pontos na frente de Flamengo e Palmeiras, 3° e 4°, respectivamente. O Verdão ainda joga na rodada e pode ir a 49, ficando ainda a 10 pontos do Galo. No entanto, Cuca quer manter os pés no chão e não acha que seja uma vantagem tão grande:

– No meu ponto de vista, é uma diferença curta, pois ela pode ser de sete pontos e tem confrontos diretos. Eu não me iludo, sei que é bom ter essa diferença a favor, mas tá longe de estar decidido. Engana-se quem acha que aqui alguém está comemorando alguma coisa.

Em lance do primeiro tempo, Cuca quase levou uma entrada de Clayson, que se esforçou para tentar evitar a saída da bola. Os dois riram e se cumprimentaram na sequências – Foto: Divulgação / Mineirão

O treinador também falou da importância do torcedor e o quão fiel ele é: “Nada mais justo do que, quando acaba o jogo, você ter essa empatia, você agradecer quem gastou “duzentão” pra vir aqui te empurrar”.

O Atlético volta a atuar já na próxima quarta (27), contra o Fortaleza, no Castelão, pela volta da semifinal da Copa do Brasil. Na ida, goleada por 4 a 0, mas Cuca não quer que tenha a sensação de “já ganhou” pois ele mesmo já passou por situações parecidas que a história foi diferente do que se esperava.

Pelo Brasileiro, o próximo duelo é no sábado (30), contra o Flamengo, no Maracanã, o que muitos chamam de decisão antecipada.

Futebol