Topo

Valverde evita apontar culpados no Barça: "Não se deve vir com desculpas"

Valverde, técnico do Barcelona, durante partida contra o Liverpool - REUTERS/Phil Noble
Valverde, técnico do Barcelona, durante partida contra o Liverpool Imagem: REUTERS/Phil Noble

07/05/2019 22h40

O técnico do Barcelona, Ernesto Valverde, evitou apontar culpados para a eliminação nas semifinais da Liga dos Campeões, ocorrida hoje com a derrota para o Liverpool por 4 a 0, no estádio Anfield Road, e disse que o adversário mereceu o resultado.

"Estamos ainda no momento de buscarmos explicação para tudo. Eles começaram com muita agressividade, muito em cima, o que esperávamos, e fizeram o primeiro gol no começo. No primeiro tempo, tivemos algumas chances para fazer um gol, e no segundo também", comentou o treinador espanhol na saída do gramado após a eliminação.

"O segundo gol nos abateu, e o terceiro veio em seguida. Eles foram bem, foram agressivos. Não achamos as chances de gol que buscávamos. Quando alguém te vence por 4 a 0, não se deve vir com desculpas. Eles foram melhores", afirmou Valverde, que acredita que será importante para a equipe "curtir a fossa".

"Quando se tem um baque deste tamanho, é preciso passar alguns dias horríveis, como toda a nossa torcida, porque é assim. É preciso passar essa penitência, e com o tempo que nos resta, voltar a nos refazer e acabar a temporada ganhando outro título. Neste momento, estamos abalados", admitiu.

Com relação ao quarto e último gol do Liverpool, marcado por Origi após cobrança rápida de escanteio de Alexander-Arnold, que aproveitou um cochilo da defesa, Valverde deu poucas explicações. "Ele me surpreendeu. Não sei como foi realmente. Escanteio direto ou indireto, mas surpreendeu a todos", limitou-se a dizer.

O técnico, que vive sua segunda temporada à frente do Barça, encerrou a entrevista coletiva em Anfield com um pedido de desculpas à torcida 'blaugrana'.

"Sentimos muito. Tudo que fazemos e toda vez que jogamos é para alegrar o público para que as pessoas fiquem orgulhosas. O que acontece é que no futebol todo mundo espera vencer sempre", disse.

Mais Barcelona