PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ex-meia peruano com passagem pelo Athletico-PR morre aos 44 anos

De Lima, no Peru

17/02/2019 18h20

O ex-meia peruano Carlos Flores, ídolo do Sport Boys e que em 2000 defendeu o Athletico Paranaense, morreu neste domingo (17), aos 44 anos, vítima de uma parada cardíaca, segundo informações da imprensa local. 

Considerado um dos mais talentosos meias peruanos dos anos 90, 'Kukín' Flores foi encontrado em casa, em San Miguel, distrito de Lima. "A cidade rosada desperta com uma das notícias mais tristes. Descansa em paz, Carlitos. Aqui sempre nos lembraremos de você", escreveu o Sport Boys nas suas redes sociais.

LEIA MAIS:
Peruano que já jogou no Atlético-PR revela que sabia burlar o antidoping
Tiago Nunes testa 22 jogadores e quer 'dor de cabeça' para montar Athletico
Athletico prorroga contrato de Nikão até 2021: "muito gratificante" ​​​​

O Universitario, pelo qual o ex-meia teve passagens bem sucedidas em 1995 e 2005, também lamentou a morte. "Muita força para a sua família. Sempre nos lembraremos de você, Kukín", elogiado pelo técnico Jorge Sampaoli quando trabalharam juntos no Juan Áurich e no Sport Boys, de 2002 a 2003.

Flores teve passagens por todas as seleções de base do Peru, mas jogou pouco pela principal. O ex-jogador admitiu que tinha problemas com drogas e, entrevista concedida ao canal "Latina Televisión" em 2014, revelou que aprendeu com uma prima enfermeira como burlar exames antidoping - só não disse como. 

Futebol