PUBLICIDADE
Topo

Esporte

United pagou 22 milhões de libras para demitir Mourinho e comissão técnica

14/02/2019 12h07

Londres, 14 fev (EFE).- O Manchester United pagou 19,6 milhões de libras esterlinas (R$ 94,2 milhões em valores atuais) para demitir a comissão técnica de José Mourinho e o treinador português em dezembro do ano passado, segundo revelou o clube.

Mourinho foi demitido no dia 18 de dezembro, quando o United estava na sexta posição do Campeonato Inglês, 17 pontos atrás do líder Liverpool e longe dos times que disputavam uma vaga na Liga dos Campeões. A equipe também já estava fora da Copa da Liga, na qual foi eliminada pelo Derby County, da segunda divisão.

Essa quantia foi classificada "como despesa excepcional" nos resultados do segundo trimestre financeiro do ano. O valor é quatro vezes maior que o dinheiro pago pelas demissões de David Moyes e Louis Van Gaal, os seus antecessores no cargo.

Mourinho foi substituído no posto por Ole Gunnar Solskjaer, que reverteu a situação dos 'Diabos Vermelhos', com dez vitórias em 12 partidas. O técnico português conquistou uma Liga Europa e uma Copa da Liga em dois anos e meio como treinador do United. EFE

Esporte