PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Comitê Antidoping da Rússia escapa de nova suspensão após descumprir prazo

22/01/2019 16h48

Moscou, 22 jan (EFE).- O Comitê Executivo da Agência Mundial Antidoping (WADA) decidiu nesta terça-feira não suspender o processo de reabilitação da agência de antidoping da Rússia (Rusada), pelo descumprimento da data limite para a liberação do acesso ao antigo laboratório de Moscou.

A decisão foi adotada por unanimidade, durante conferência telefônica entre integrantes do órgão, que analisaram as recomendações do comitê de revisão do cumprimento dos russos das condições impostas no último dia 20 de setembro do ano passado.

O presidente da WADA, Craig Reedie, afirmou que vários dos 12 membros do Comitê Executivo "expressaram a decepção pelo descumprimento da data limite", mas, que também entenderam não haver necessidade de aplicar uma nova pena sobre o caso.

"Acima de tudo, queremos garantir que aqueles que violaram as regras antidoping, prestem contas", garantiu o dirigente.

Há quase quatro meses, em 20 de setembro, a WADA reabilitou a Rusada, que havia tido a licença suspensa três anos anos, por causa da descoberta de um esquema de doping apoiado pelo governo da Rússia.

Uma das condições era pleno acesso para a Agência Mundial aos dados e exames realizados pelo antigo laboratório de Moscou, o que deveria ter sido feito até 31 de dezembro do ano passado. A liberação só aconteceu há alguns dias. EFE

Esporte