PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sampaoli promete jogo ofensivo em apresentação como técnico do Santos

18/12/2018 18h11

São Paulo, 18 dez (EFE).- O argentino Jorge Sampaoli foi apresentado nesta terça-feira como novo técnico do Santos, admitiu que gostaria de contribuir para a retomada do protagonismo do futebol brasileiro e que vai imprimir jogo ofensivo ao clube, devido ao histórico de craques.

"Quando era criança e adolescente, era impossível ganhar de uma equipe brasileira no Brasil. Agora, se equiparou e a característica é neutralizar e não propor. Minha ideia é muito mais pensar na trave do adversário do que na minha. Quero impulsionar minha ideia em um clube que me comove pela história, com Pelé e Neymar, que nos obriga a jogar desta maneira", afirmou, em entrevista coletiva.

Sampaoli garantiu que, ao optar pelo Santos, não está se deslocando para a periferia do futebol. O treinador, que comandou a Argentina na última edição da Copa do Mundo, ainda lembrou de outras propostas que recebeu de clubes do país pentacampeão mundial.

"Estou no lugar onde é o ápice do futebol também. De onde saem os melhores jogadores. Temos que potencializar o talento daqui, e isso é um desafio. Recebi muitas propostas depois da 'La U', São Paulo, Cruzeiro, Flamengo, Santos. Agora era a hora", garantiu o treinador.

Sampaoli ainda falou sobre a situação do jovem atacante Rodrygo, jovem de 17 anos, que já acertou transferência para o Real Madrid, em transferência que será concretizada no meio de 2019.

"Para o bem de sua carreira, seria importante que ele se consolide mais por aqui. Para o bem dele, e para o meu, mas, não sou eu quem decide isso", admitiu o novo comandante do Peixe. EFE

Esporte