PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Comitê Olímpico da Rússia crê em participação nos Jogos de Tóquio em 2020

Matt Roberts/Getty Images
Imagem: Matt Roberts/Getty Images

em Moscou (Rússia)

12/12/2018 12h50

Stanislav Pozdniakov, presidente do Comitê Olímpico da Rússia (COR), afirmou nesta quarta-feira que confia que os atletas do país poderão disputar, de maneira plena e sem restrições, a próxima edição dos Jogos Olímpicos, em Tóquio, no Japão, em 2020.

"Trabalhamos de maneira permanente, inclusive com as promessas olímpicas, em elevar a formação e cultura antidoping. Estas ações permitirão que nossos atletas participem de maneira plena dos Jogos Olímpicos", afirmou o dirigente em entrevista coletiva.

Nos Jogos de Inverno, disputados em PyeongChang, na Coreia do Sul, os russos puderam se inscrever como atletas neutros, sem o nome do país no uniforme. Em caso de vitória, não era executado o hino da Rússia, nem hasteada a bandeira da nação.

Os competidores disputaram o evento sob a denominação de Atletas Olímpicos da Rússia. O COR foi excluído de PyeongChang 2018 devido ao esquema de doping montado para os Jogos de Inverno de Sochi, quatro anos antes, que foi considerado comprovado.

Nos últimos dias, uma missão de analistas da Agência Mundial Antidoping (WADA) está visitando a Rússia para inspecionar as atividades da Agência Antidoping local (RUSADA). A presença dos especialistas é um dos requisitos para a plena reabilitação do órgão.

No dia 20 de setembro, a WADA reabilitou a RUSADA diante de algumas condições, dando fim a uma suspensão de licença que durou três anos.

Esporte