PUBLICIDADE
Topo

Esporte

La Bombonera é interditada após incidentes em treino aberto do Boca

22/11/2018 22h38

Buenos Aires, 22 nov (EFE).- O governo da cidade de Buenos Aires decidiu nesta quinta-feira interditar o Estádio de La Bombonera, casa do Boca Juniors, depois de uma série de incidentes registrados em um treino aberto da equipe, dois dias antes da final da Taça Libertadores contra o River Plate.

Com a decisão, o estádio ficará fechado até o próximo dia 9 de setembro. Além de não poder comemorar o título em La Bombonera caso vença o maior rival neste sábado, no Monumental de Núñez, o Boca não poderá receber o Atlético de Tucumán pelo Campeonato Argentino.

A decisão do governo da cidade de Buenos Aires foi tomada depois de uma série de incidentes registrados no estádio nesta quinta-feira. Mais de 50 mil torcedores compareceram ao treino aberto realizado pelo clube, que foi obrigado a fechar os portões de La Bombonera. Alguns torcedores, então, entraram em confronto com a polícia para tentar entrar no local.

O presidente do Boca, Daniel Angelici, confirmou a interdição.

"Recebemos a ata e os advogados do clube estão trabalhando. Amanhã vamos tentar suspender o fechamento. A ata afirma que havia mais gente do que poderia entrar e que eles ocuparam as escadas e saídas de emergência", explicou o dirigente.

"Muitos torcedores ficaram de fora. A verdade é que eu não sei como eles contam, mas tudo bem. Agora vamos trabalhar para reverter essa medida", afirmou Angelici, que espera ter o estádio liberado para comemorar o título da Libertadores em casa.

Esporte