Paysandu atropela Vila Nova por 6 a 0 e fica bem perto do título da Copa Verde

O Paysandu abriu uma grande vantagem na disputa pelo título da Copa Verde. Na noite desta quarta-feira, o time paraense recebeu o Vila Nova, no estádio da Curuzu, em Belém (PA), pelo jogo de ida da decisão da competição nacional, e impôs um impiedoso 6 a 0, encaminhando mais uma taça do torneio com direito a hat-trick de Nicolas.

Com o resultado, o time paraense agora pode até perder por cinco gols de diferença no jogo da volta, em Goiânia (GO), que mesmo assim fatura o título. Já o Vila Nova precisa vencer por sete ou mais gols de vantagem para ser campeão no tempo normal. Uma vitória goiana por seis gols de diferença leva a decisão para os pênaltis, o que parece pouco provável.

O segundo e decisivo jogo será disputado na próxima quarta-feira, quando a partir das 20h, os times se enfrentam no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, na capital goiana.

Além da vantagem alcançada, o Paysandu também saiu de uma onda de resultados ruins. Antes do triunfo, vinha de seis jogos sem vitória sob o comando do experiente Hélio dos Anjos, com quatro empates e duas derrotas.

Maior campeão da Copa Verde, com três títulos, o Paysandu pode faturar sua quarta taça da competição nacional na próxima semana. Já o Vila tentará sair do 'quase', afinal, foi vice-campeão duas vezes, diante do Remo, em 2021, e do próprio Paysandu, em 2022.

O Paysandu se lançou ao ataque desde o início. Melhor em campo, não esperou o adversário e logo aos seis minutos abriu o placar com Esli García, que recebeu no meio, se livrou da marcação e de fora da área, fez um golaço.

Aos 27, o Vila chegou a responder com Alesson, que chutou muito perto do gol de Diogo Silva, mas quem voltou a balançar as redes foi o mandante. Aos 32, Nicolas recebeu na área, chutou, a bola desviou na defesa e morreu no fundo do gol. E ainda deu tempo de fazer mais um antes do intervalo. Aos 47, Juninho lançou Nicolas na área, que de calcanhar, tocou para Edílson, livre de marcação, levar o time da casa para o intervalo com 3 a 0 no placar.

E na volta para o segundo tempo, o panorama seguiu o mesmo. Aos 10, Edílson devolveu o favor para Nicolas e cruzou na cabeça do atacante, que mandou para o fundo do gol, marcando o quarto. Aos 27, o artilheiro ainda anotou mais um. Nicolas arriscou de longe, no ângulo de Dênis Júnior, e colocou 5 a 0 no placar.

E quando parecia que não poderia ficar pior para o Vila Nova, o time da casa anotou outro gol. Aos 39, em bate e rebate na área, Edinho recebeu de Bryan, tirou da defesa e fechou o placar a goleada histórica.

Antes de o jogo final, no sábado, o Paysandu entra em campo pela sétima rodada da Série B diante do Guarani, às 21h, em Campinas (SP). No dia seguinte, o Vila Nova encara o Brusque, a partir das 17 horas, também no OBA.