João Fonseca anuncia decisão de se tornar tenista profissional: 'Fui escolhido'

Atual campeão mundial juvenil, João Fonseca gostou tanto das primeiras aparições em torneios adultos que revelou, nesta quinta-feira, sua profissionalização no circuito mundial de tênis. Após ir às quartas de final no Rio Open e se despedir na estreia em Santiago, o jovem de 17 anos anunciou a decisão dizendo que "foi escolhido" e não podia recusar a oportunidade.

"Para os fãs e amantes de tênis do mundo todo, gostaria de anunciar que renunciei a minha ida ao tênis universitário para me tornar tenista profissional", afirmou o prodígio tenista brasileiro, apontado como futuro "novo Guga" e no qual já se deposita enorme expectativa pelo talento e agressividade em quadra.

"Foi uma decisão muito difícil que minha família e eu precisamos tomar, especialmente por eu ter sonhado em viver a vida universitária em Charlottesville, jogando o esporte que amo com um time e um técnico incrível", explicou. "Porém, nos últimos meses, sinto que o tênis profissional me escolheu de uma maneira em que eu simplesmente não poderia dizer não."

Convidado para participar do Rio Open, João Fonseca foi o brasileiro de maior destaque na chave de simples, mesmo caindo nas quartas de final. O garoto "ganhou o público" logo na estreia, ao arrasar o talentoso e também jovem francês Arthur Fils, de 19 anos, com direito a pneu no primeiro set.

Ainda derrubou outro favorito na quadra Guga Kuerten: o chileno Cristian Garín, em nova vitória por 2 a 0. A jornada só não foi adiante pois sentiu o desgaste físico diante do argentino Mariano Navone após mais um início arrasador que acabou em eliminação de virada.

Depois do Rio Open, no qual ganhou mais de 300 posições no ranking da ATP, João Fonseca foi convidado também para o Torneio de Santiago, e vê as portas se abrirem cada vez mais. Desta maneira, não achou correto voltar aos jogos universitários dos Estados unidos e fez um agradecimento.

"Gostaria de agradecer à University of Virginia e todas as pessoas envolvidas neste processo. Em nenhum momento me senti pressionado a escolher o tênis universitário. Todos vocês me deram o tempo que eu precisava, e eu realmente não poderia ser mais grato à UVA e ao Coach Andres Pedroso por isso", ressaltou. "Sempre seguirei e torcerei por vocês, Cavaliers."

O brasileiro ainda não sabe quais os próximos passos da carreira, mas promete divulgar em breve quais competições disputará para continuar subindo no ranking, o que o possibilitará de entrar em torneios maiores. Mesmo assim, fez questão de indicar a quem está começando, que busquem as universidades.

"Mesmo não indo à universidade, acredito fortemente que é um caminho extremamente valioso e viável para os jovens tenistas que têm a ambição de se tornarem profissionais no futuro. Por fim, gostaria de agradecer a todos pelo imenso apoio que venho recebendo", completou João Fonseca.