Flamengo bate Fluminense em clássico equilibrado e fica mais perto do título da Taça Guanabara

Em jogo equilibrado pela 10ª rodada do Campeonato Carioca, o Flamengo levou a melhor sobre o Fluminense e venceu por 2 a 0, com gols de Pedro e Everton, neste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. O rubro-negro assume a liderança da Taça Guanabara, com 24 pontos, deixando o Flu na vice-liderança, com 21. Falta apenas uma rodada para o fim da primeira fase do Estadual.

O jogo começou com o Flamengo pressionando o Fluminense com todos os jogadores no campo adversário, mas o Flu se defendia com o tradicional toque de bola que o fez campeão da última edição da Copa Libertadores.

O calor de 40 graus no Rio influenciou no ritmo do jogo, bastante concentrado no meio-campo até os 10 minutos. Mas, aos 16, Arias acionou o goleiro Rossi após uma cobrança de falta que ia no ângulo.

Aos 18, Douglas Costa cobrou escanteio curto para Diogo Barbosa, que devolveu e o atacante cruzou na área. Thiago Santos tocou e a bola foi para o fundo da rede. O gol foi anulado pelo VAR em decorrência de um impedimento.

O Fluminense não pressionava o Flamengo, mas ainda assim deixava o time rubro-negro sem opções para sair com a bola. Após errar um lançamento, Tite chamou a atenção de Rossi e pediu que ele saísse pela direita, com Varela.

A marca do jogo aos 25 minutos era o equilíbrio, mas, com exceção à cobrança de Árias, os goleiros mal trabalharam.

O Flamengo tinha a posse de bola e tentava chegar, mas errava no último passe para o gol. O Fluminense tentava sair, mas também esbarrava nos passes errados. Aos 40, Douglas Costa deu uma lambreta em Pulgar e saiu jogando. Já, aos 44, Fábio se atrapalhou com a bola na boca do gol, mas sofreu falta de Pedro.

O Flamengo começou o segundo tempo em cima do Fluminense. Aos 7, o time arrancou para o ataque e invadiu a área. Ayrton Lucas recebeu de Everton, pegou a bola pelo lado esquerdo, cruzou pra Pedro e ele a escorou para dentro do gol.

O gol deu um chacoalhão no Flu, que passou a errar muitos passes na saída de bola. O técnico Fernando Diniz pedia mais velocidade ao time, mas a equipe já mostrava desgaste físico - o Fluminense entrou em campo na última quarta-feira, quando perdeu para a LDU por 1 a 0, na ida da Recopa Sul-Americana.

Aos 29, Arrascaeta tocou de calcanhar para Everton, que fez o mesmo para Pedro entrar na área e marcar: 2 a 0. Desgastados, os jogadores do Fluminense começaram a chegar atrasados nas jogadas, ocasionando em faltas. O Flamengo tocava a bola para passar o tempo e esperar o fim do jogo.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 X 0 FLUMINENSE

FLAMENGO - Rossi; Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas (Viña); Pulgar, De la Cruz (Igor Jesus) e Arrascaeta; Luiz Araújo (Bruno Henrique), Everton (Victor Hugo) e Pedro (Gabriel). Técnico: Tite

FLUMINENSE - Fábio; Guga, Thiago Santos (Antonio Carlos), Marlon (Alexsander) e Diogo Barbosa; André, Martinelli, Renato Augusto (Terans), Arias, Cano e Douglas Costa (John Kennedy). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Pedro, aos 7, e Everton, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thiago Santos, Pulgar, Douglas Costa, Lima e Arrascaeta.

ÁRBITRO - Yuri Elino Ferreira da Cruz.

RENDA - R$ 2.763.177,00.

PÚBLICO - 55.401 presentes.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).