O Santos vai jogar a Copa do Brasil de 2024? Entenda regulamento e a situação do clube

O Santos vive um dos piores momentos de sua história centenária. Depois de flertar com rebaixamento por seguidas temporadas, o time da Vila Belmiro caiu para a segunda divisão após ser derrotado pelo Fortaleza, por 2 a 1, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Em dificuldades financeiras, o clube sofrerá uma queda significativa no orçamento em 2024 sem as cotas de transmissão da Série A. Para piorar, o Santos é o primeiro gigante do futebol nacional a sofrer com o novo regulamento da Copa do Brasil e não vai participar do torneio na próxima temporada.

Em dezembro do ano passado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou uma mudança importante nos critérios de classificação para a Copa do Brasil a partir do ano de 2024. A entidade excluiu como parâmetro o Ranking Nacional de Clubes (RNC), cujo o Santos é 12º colocado, e o substituiu pelos torneios estaduais. Assim, 80 das 92 vagas da competição são alcançadas por meio das competições locais. O movimento da entidade visa dar força às federações em meio a um descontentamento dos clubes com os Estaduais por causa do calendário inchado.

Com um desempenho decepcionante, o Santos terminou o Campeonato Paulista deste ano, vencido pelo Palmeiras, na 11ª colocação. O time da Baixada Santista não passou da fase de grupos pelo terceiro ano consecutivo, mas desta vez não vai contar mais com o benefício das dez vagas cedidas pelo RNC, como ocorria anteriormente, para se classificar à Copa do Brasil. Palmeiras, Água Santa, Red Bull Bragantino, Ituano e São Bernardo garantiram presença via Paulistão por serem as cincos equipes mais bem colocadas.

Doze clubes têm direito a entrar somente na terceira fase da Copa do Brasil: os representantes do País na Copa Libertadores e os campeões da Copa do Nordeste, Copa Verde e Série B. Como Palmeiras e Bragantino garantiram classificação no torneio da Conmebol, outras duas vagas foram abertas via Paulistão, mas ficaram com Corinthians e Botafogo-SP. Uma vaga seria do São Paulo, mas o tricolor paulista conquistou a Copa do Brasil neste ano, de forma inédita, e garantiu presença na próxima edição.

O Santos só conseguiria uma vaga na Copa do Brasil se terminasse o Brasileirão com a melhor colocação entre os times que não se classificaram para a Libertadores. O primeiro time fora do G-6, na sétima colocação, foi o Fluminense, com 56 pontos, 13 a mais do que os santistas. Curiosamente, o tricolor carioca vai disputar a Libertadores por ter vencido a edição deste ano, primeiro troféu do clube na competição.

SANTOS CONVIDADO?

Em meio à temporada ruim do Santos, o presidente Andres Rueda confidenciou a conselheiros ter confiança de que o Santos iria jogar, sim, a Copa do Brasil de 2024. O mandatário acredita que apesar de o clube não ter se classificado por meio dos critérios estabelecidos pela CBF, o time poderia ser convidado pela entidade a participar do torneio.

A ausência na Copa do Brasil não é somente um fiasco do ponto de vista esportivo. O torneio paga cifras importantes aos clubes a cada fase ultrapassada. Em 2023, somente chegar às oitavas de final significou acumular R$ 6,3 milhões em premiação. Nas quartas, R$ 10,6 milhões, e na semifinal, R$ 19,6 milhões. Além do dinheiro embolsado ao longo da competição, o campeão São Paulo recebeu mais R$ 70 milhões pelo título, totalizando mais de R$ 90 milhões arrecadado com prêmio em dinheiro pela campanha.

O Santos tem apenas 50 jogos garantidos na agenda para 2024 - 38 da Série B e 12 do Paulistão. O número no máximo chega a 54 se o time chegar na final do Estadual. De acordo com a Federação Paulista de Futebol (FPF), o campeão vai faturar R$ 5 milhões. O valor é o mesmo dividido pela CBF entre os quatro clubes que conseguem o acesso na segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes