Atlético de Madri passa sufoco, mas vence o lanterna Almería pelo Espanhol

Um primeiro tempo dos sonhos e uma etapa complementar digna de pesadelos.

Foi dessa maneira que o Atlético de Madrid sofreu para derrotar o lanterna Almería por 2 a 1, neste sábado, no estádio Metropolitano, pelo Campeonato Espanhol.

Apesar do segundo tempo ruim, o time do técnico Diego Simeone chegou aos 34 pontos e deu um passo importante para se aproximar do pelotão de frente da competição.

Ainda sem vencer no Espanhol, o Almería faz a pior campanha do torneio: até aqui, foram quatro empates e 12 derrotas.

Após garantir os três pontos diante de sua torcida, o Atlético volta a campo pelo torneio no próximo final de semana.

No sábado, o compromisso é contra o Athletic de Bilbao.

Já o Almería joga como mandante e recebe o Mallorca no domingo.

À vontade, o Atlético balançou a rede logo aos seis minutos.

Griezmann apareceu livre de marcação para concluir um cruzamento de Samuel.

Continua após a publicidade

O lance, no entanto, foi revisado e o gol acabou anulado por impedimento.

O panorama do jogo não mudou, o time da casa seguiu tendo liberdade no campo de ataque e, aos 17 minutos, Morata abriu a contagem em um lindo lance.

Ele recebeu a bola na área, driblou o zagueiro e o goleiro antes de inaugurar o marcador.

Cinco minutos depois, mais festa para os donos da casa. Llorente recebeu bom passe de Griezmann e entrou sem marcação pelo lado direito.

Ao chegar na linha de fundo, ele cruzou rasteiro para Angel Correa fazer 2 a 0.

Sem fazer muito esforço, o Atlético ainda perdeu a oportunidade de fazer mais um ainda no primeiro tempo.

Continua após a publicidade

Morata achou espaço e arriscou a finalização da entrada da área, assustando o goleiro Luis Maximiano.

No segundo tempo, a equipe de Diego Simeone diminuiu o ritmo e permitiu a reação do rival.

Aos 17 minutos, o brasileiro Léo Baptistão aproveitou rebote dentro da área e chutou no canto para descontar: 2 a 1.

A pressão mudou de lado, o Almería passou a se arriscar mais e o Atlético de Madrid se viu obrigado a recuar para defender o resultado.

Com defesas importantes, o esloveno Jan Oblak trabalhou bastante para segurar as investidas dos atacantes rivais e, assim, garantir o triunfo da sua equipe.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes