Marinho pede desculpas à torcida do Santos por sua comemoração de gol

Ex-jogador do Santos, o atacante do Fortaleza Marinho publicou uma carta aberta na qual pede desculpas pela forma como comemorou seu gol, o primeiro na vitória por 2 a 1 na última rodada do Brasileiro, na quarta-feira, na Vila Belmiro. O Santos acabou, pela primeira vez, rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Marinho levou o dedo à boca, pedindo silêncio à torcida, e colocou os dedos nos ouvidos. "Deixei a raiva me consumir, os xingamentos que sofri no jogo todo me deixou com raiva (sic)", escreveu Marinho.

"A reação de um gol veio por todas as perseguições e reações de algo que viviam me julgando como mercenário, nome forte, usado sobre quem renunciou de dinheiro e foi negada uma renovação de contrato. Busquei novos ares, e sei que deixei o melhor a cada minuto em que estive em campo. A comemoração foi apenas um desabafo."

O atacante foi o destaque do Santos na campanha do vice-campeonato da Copa Libertadores de 2020 e deixou o clube para jogar no Flamengo.

Marinho ainda criticou o presidente Andres Rueda e encerrou sua mensagem enaltecendo o clube. "Eu apenas lamento sua dor. Vida segue, e o Santos FC seguirá sendo gigante!".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes