Rebaixados por antecedência, Goiás e América-MG se despedem do Brasileirão na Serrinha

Já rebaixados à Série B, Goiás e América-MG apenas cumprem tabela nesta quarta-feira, em Goiânia. Sem nada em disputa, o jogo até será em horário diferente dos demais, marcado para as 19h, no estádio Hailé Pinheiro, a Serrinha, pela 38ª rodada e última do Campeonato Brasileiro.

O Goiás vem de cinco derrotas seguidas e teve seu descenso confirmado na 36ª rodada, na derrota para o Grêmio por 2 a 1. Na última rodada, também foi superado, desta vez pelo Fortaleza, por 1 a 0. Com 35 pontos, independentemente dos resultados, o time goiano termina a Série A na 18ª colocação.

O técnico Mário Henrique não terá o lateral-esquerdo Diego e o atacante Alesson. Ambos estão suspensos. Por outro lado, Bruno Melo volta após não atuar contra o Fortaleza por força de contrato e assume a ala esquerda. Outro que retorna é o lateral-direito Apodi, mas o mesmo não é considerado titular e deve iniciar no banco de reservas. A dúvida gira em torno do ataque, entre Pedrinho e Matheus Babi.

Mesmo com o descenso confirmado, o técnico elogiou a postura do elenco: "Acredito que a equipe, mesmo nessa condição de rebaixamento, vem se mostrando numa condição melhor, mais aguerrida, compactada, com os conceitos que a gente pensa sobre futebol, um jogo bem jogado por dentro, criando situações", disse Mário Henrique.

O América-MG quebrou um jejum de 15 jogos sem vencer, ao derrotar o Bahia por 3 a 2 na última rodada, na despedida do seu torcedor. Assim como o rival, independentemente dos placares, o time mineiro terminará a competição como pior time do Brasileiro, em 20º lugar, com 24 pontos.

O clube mineiro já iniciou uma reformulação. Foram dispensados, Matheus Cavichioli, Pedrinho, Marcinho, Mikael, Paulinho Boia e Wellington Paulista, que não terão seus contratos renovados e não foram relacionados. Já o lateral-esquerdo Marlon recebeu o terceiro amarelo e o meia Matheus Henrique foi expulso e estão fora. Outro que virou baixa de "última hora" foi o atacante Everaldo, que faltou ao treino e postou nas redes sociais uma foto viajando para os Estados Unidos.

A polêmica em volta do América-MG foi o assunto da 'mala branca', que o técnico Diogo Giacomini fez questão de refutar: "Tanto a direção quanto a comissão procurou blindar os jogadores disso. Eu te garanto uma coisa: o América não recebeu um real para fazer gol ou ganhar jogo. O América ganhou o jogo porque joga para sua torcida, para sua instituição, para sua camisa. Agora, a minha única preocupação é fechar bem contra o Goiás", disse o auxiliar técnico do clube.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes