Cruzeiro encara Athletico-PR para tentar se distanciar da zona de rebaixamento

Na sua luta para evitar o rebaixamento, o Cruzeiro tem mais um jogo de 'vida ou morte' diante do Athletico, nesta quinta-feira, a partir das 20 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte, quando enfrenta o Athletico, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O grande reforço cruzeirense vai ser a presença de sua torcida, tanto que a expectativa é de casa cheia.

A liberação dos torcedores aconteceu, terça-feira, após o adiamento do julgamento do STJD dos incidentes ocorridos no Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR). Na ocasião, torcedores invadiram o gramado e o jogo, em que perdeu por 1 a 0 para o Coritiba, precisou ser paralisado.

Sem perder há três rodadas, quando somou sete pontos, o Cruzeiro atingiu os 44 pontos e ficou perto de conseguir sua permanência na elite no próximo ano. O time respirou na luta contra o descenso e com uma vitória praticamente pode se livrar da volta para a Série B, de onde veio na temporada passada. Na última segunda-feira venceu o Goiás, por 1 a 0, com um gol nos acréscimos.

Para este desafio o técnico Paulo Autuori terá força máxima. Ele não tem problemas com atletas suspensos ou lesionados. O treinador sabe da importância da torcida, mas exige seus jogadores focados. "Temos que manter o ritmo de competição. O importante é somar pontos, a qualquer custo, ainda mais jogando com o apoio de nossa torcida."

Fazendo uma campanha regular, o Athletico-PR está praticamente fora da zona da Libertadores, principal objetivo do clube para a temporada. Com 52 pontos, está em oitavo lugar, com uma distância de sete para o Red Bull Bragantino, primeiro dentro do G-6. Na rodada passada, diante do Vasco na Ligga Arena, o Athletico-PR lamentou um empate sem gols.

O time paranaense não terá o atacante Canobbio, nem o lateral-esquerdo Esquivel. Eles foram convocados para suas seleções na 'Data Fifa' e sentiram muito o desgaste físico após o jogo contra o Vasco. Em contrapartida, Kaíque Rocha, Rômulo e Alex Santana estão recuperados e vão para o jogo. Vitor Roque e Madson também estão entre os relacionados.

O técnico Wesley Carvalho falou sobre a chance remota do Athletico-PR disputar a próxima Libertadores. "Os atletas são guerreiros, dedicados, respeitam muito esse clube. Os próprios atletas vão dizer que não vão desistir. Se o Atlético-MG ganhar na rodada vai ficar muito difícil porque o Atlético-MG tem mais vitórias do que a gente. Se não der [para ir para a Libertadores], vamos tentar ficar pelo menos em sétimo lugar."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes