Poatan classifica Ankalaev como 'luta ruim' nos meio-pesados do UFC

Depois de nocautear Jiri Prochazka e se tornar campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, em novembro, em Nova York (EUA), Alex Pereira deve ter como adversário Jamahal Hill na próxima temporada. No entanto, o brasileiro observa a categoria e está de olho em Magomed Ankalaev, que vai enfrentar Johnny Walker pela segunda vez, em janeiro.

Em seu canal oficial no 'YouTube', 'Poatan' dá a entender que um duelo contra o russo é inevitável e o reconhece como um dos oponentes mais perigosos que pode ter pela frente. Vale pontuar que Ankalaev possui uma sequência de 11 lutas sem perder (nove vitórias, um empate e uma sem resultado) e, por ser completo, é apontado por muitos como uma ameaça ao brasileiro. Ciente da qualidade do atleta, o striker destaca que o mesmo é mais complicado do que Hill, mas abraça o desafio e garante estar preparado para passar pela nova 'pedreira'.

"Já escutei muitas pessoas falando isso, que ele seria uma luta ruim para mim. Eu gosto disso. Se tivesse hoje os dois disponíveis, Hill ou Ankalaev, para escolher um dos dois, pensando assim, Hill seria uma luta melhor, lógico, sempre pensando na vitória. Não seria garantido, mas seria melhor para mim. Ankalaev seria mais difícil. Acho que é um desafio muito bom para mim. Seria um cara mais difícil, também concordo, mas estou treinando muito bem, evoluindo nos meus treinos. Teria uma estratégia também para o Ankalaev. Se for para escolher, escolheria ele ao invés do Hill", declarou o lutador.

Registro de 'Poatan' no MMA

Alex Pereira, de 36 anos, se tornou campeão do peso-médio (84 kg) do UFC em 2022 e, um ano depois, conquistou o cinturão dos meio-pesados da companhia, em sua sétima aparição na liga. No Ultimate desde 2021, o brasileiro venceu lutadores renomados como Jan Blachowicz, Jiri Prochazka, Israel Adesanya e Sean Strickland.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes