PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana explica receita do sucesso para Ngannou vs Gane: "Força bruta contra técnica"

Ag. Fight

20/01/2022 08h00

A aguardada luta entre Francis Ngannou e Ciryl Gane mexe com a comunidade do MMA e Dana White é um dos maiores interessados em sua realização. No UFC 270, evento que acontece neste sábado (22), na Califórnia (EUA), o camaronês, campeão linear do peso-pesado, vai colocar o título em jogo, pela primeira vez, contra o francês, detentor do cinturão interino da categoria, e o encontro apresenta peculiaridades. Empolgado com o que está para acontecer no octógono, o líder da companhia opinou sobre o que torna o duelo um sucesso.

Em entrevista ao site 'Yahoo! Sports', Dana ressalta que a sequência vitoriosa de Ngannou e Gane no UFC, somada a rivalidade que possuem, elevam a unificação pelo título do peso-pesado ao status de algo grandioso e imperdível. Vale lembrar que os profissionais foram parceiros de treino e a relação do campeão linear da categoria com a equipe 'MMA Factory', localizada na França, se deteriorou por completo e deixou o clima hostil para o embate.

Além do porte físico atlético que 'The Predator' e 'Bon Gamin' apresentam, o cartola destaca que o fato dos lutadores terem como especialidade a trocação, cada um com seu próprio estilo, faz com que o acerto de contas entre eles fique ainda mais dramático.

"Se você pega toda a negatividade e drama que cerca a luta, tudo faz parte do enredo e da luta. Você tem um sangue ruim entre esses dois, ambos vieram da mesma equipe, tinham o mesmo treinador, todas essas coisas. No final das contas, a luta fala por si. Não é como se esta fosse uma daquelas lutas em que você tem um nocauteador contra um cara do jiu-jitsu, que tenta te levar para o chão", declarou o cartola, antes de completar.

"Isso é striker contra striker, força bruta contra técnica. Amo lutas como essa, onde você tem o campeão com esse tipo de poder e o campeão interino chegando, na verdade, como favorito para vencer. É isso que torna essa luta especial. Algumas pessoas são atraídas pelo drama, pela rivalidade, mas, no final, essa luta absolutamente, positivamente fala por si", concluiu.

Francis Ngannou, de 35 anos, estreou pelo UFC em 2015, venceu grandes nomes do MMA e se tornou um dos lutadores mais assustadores do esporte. Pela organização, 'The Predator' nocauteou Alistair Overeem, Andrei Arlovski, Cain Velasquez, Curtis Blaydes (duas vezes), Jairzinho Rozenstruik, Júnior 'Cigano' e Stipe Miocic. O campeão do peso-pesado já é apontado por parte dos fãs e da imprensa especializada como um dos principais atletas da história da categoria por conta de seu porte físico e poder.

Ciryl Gane, de 31 anos, migrou para o MMA em 2018, um ano depois, chegou ao UFC e se tornou um dos principais nomes do peso-pesado. Pela organização, o francês passou por sete oponentes e seus maiores triunfos foram diante de Alexander Volkov, Derrick Lewis, Jairzinho Rozenstruik e Junior 'Cigano'. Atualmente, 'Bon Gamin' está invicto no esporte, com dez vitórias, é campeão interino da categoria e se encontra na primeira posição no ranking da divisão, abaixo apenas de Francis Ngannou.

Esporte