PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Empresário crava que Cejudo se tornará o maior atleta dos esportes de combate em 2022

Ag. Fight

18/01/2022 06h00

Ao que parece, Henry Cejudo está cada vez mais próximo de sair da aposentadoria. Sem atuar desde 2020, o ex-campeão do peso-mosca (57 kg) e do peso-galo (61 kg) do UFC, recentemente, se colocou à disposição da companhia para enfrentar Alexander Volkanovski, em luta que seria válida pelo título do peso-pena (66 kg), mas foi ignorado por Dana White. De qualquer forma, Ali Abdelaziz, empresário do veterano, sinalizou que seu atleta deve mesmo voltar à ação na temporada 2022.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o homem de negócios foi além e informou que Cejudo não apenas vai sair da aposentadoria, como também afirmou que o mesmo vai alcançar o status de melhor lutador da história dos esportes de combate. Vale pontuar que o americano já se classificou dessa forma, uma vez que conquistou a medalha de ouro no wrestling, nas Olimpíadas de 2008, na China, e os cinturões do peso-mosca e do peso-galo do UFC.

Contudo, mesmo satisfeito e orgulhoso do legado que construiu na carreira, Cejudo admitiu que faturar o título do peso-pena do UFC, que seria seu terceiro em categorias diferentes na organização, seria especial. De acordo com Abdelaziz, 'Triple C' está motivado para voltar a atuar, principalmente, porque busca elevar seu status nos esportes de combate e por ter diversos rivais em posição de destaque na companhia. Além disso, o empresário aponta que a falta de ritmo de luta não irá afetar seu atleta, que segue presente no MMA como treinador e comentarista.

"Caras, vocês vão ver. Em 2022, Cejudo será o maior atleta de combate de todos os tempos. Ele está 100% querendo destruir todos esses caras", escreveu o empresário em sua conta oficial no 'Twitter'.

Henry Cejudo, de 34 anos, marcou época no UFC. O americano foi um dos poucos lutadores que conseguiu alcançar o status de campeão duplo da maior organização de MMA do mundo. 'Triple C' estreou no esporte em 2013 e saiu dele em 2020. Seu cartel profissional é composto por 16 vitórias, sendo oito por nocaute, e duas derrotas. Além disso, o ex-número um da companhia possui triunfos marcantes sobre Demetrious Johnson, Dominick Cruz, Jussier 'Formiga', Marlon Moraes, Sergio Pettis, TJ Dillashaw e Wilson Reis.

Guy you will see @HenryCejudo 2022 greatest combat athlete of all the time ? he's 100% want smoke all these guys

- Ali Abdelaziz (@AliAbdelaziz00) January 17, 2022

Esporte