PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Cormier critica justificativa de Jones para doping: "Por que a 'pitada de sal' estava lá?'

Ag. Fight

19/12/2018 14h23

Daniel Cormier está na reta final de sua carreira e, por isso, dificilmente terá uma terceira chance de enfrentar Jon Jones, para quem perdeu duas lutas. No entanto, o campeão dos pesos-pesados do UFC não se esquece do trauma que sofreu ao descobrir, depois de ser derrotado no segundo duelo, que 'Bones' foi flagrado em um exame antidoping por turinabol, um esteroide anabolizante. Em uma entrevista ao podcast 'Jim Rome', 'DC' comentou uma recente declaração de Jones, de que a USADA percebeu que a quantidade de substância proibida em seu corpo era "uma pitada de sal em uma piscina".

Segundo Cormier, não há razão para a pequena quantidade de turinabol estar lá se Jones não tivesse feito uso do esteroide. Assim, o campeão afirmou não entender as justificativas de Jon e lamentou que a carreira do rival tenha sido marcada por este time de polêmica.

"Minha questão é essa: eu nunca disse que ele não venceu a luta. Eu nunca disse isso. Mesmo quando as pessoas me diziam: 'Não, você não teve uma situação justa, não é legal, ele trapaceou'. Eu disse que o cara ganhou as lutas. Porque eu sempre disse: tenho certeza de que ele não é o único cara que eu já lutei que estava sob efeito de esteroides. Sempre disse isso. Fui sempre muito aberto sobre isso, mas, quando você diz que foi uma pitada de sal... Por que a pitada de sal estava lá?", disse.

"Por que estava lá, sem nenhuma explicação da razão pela qual estava lá? Esta é a minha questão. Por que eu não tive uma pitada de sal na minha piscina? É aí que a minha questão reside. Você venceu a luta, siga em frente e vença a luta, mas não deixe nada para questionar. Não tenha uma pitada de sal. Não tome pílulas para disfunção erétil contaminadas. Simplesmente não tenha estas coisas, e nunca teremos estas discussões para descreditar o que você fez. Esta é a minha resposta", acrescentou.

Cormier destacou ainda que o esporte profissional pressupõe conhecer tudo o que se ingere. Além disso, o veterano lutador lamentou o caminho que a carreira de Jones trilhou. Segundo ele, não havia razão para que 'Bones' usasse substâncias proibidas.

"Ele sabe. Todos estes caras que estão sendo pegos por trapacear sabem. Você não tem uma grande quantidade de caras no mesmo esporte que passaram limpos por testes constantes e contínuos, mas alguns que continuam sendo flagrados por esteroides. E eles nunca tiveram uma desculpa, uma razão pela qual testaram positivo. Simplesmente não faz sentido. O cara tem todas essas vantagens físicas. Ele é mais alto, é maior, tem todas as vantagens. Por que você quer deixar as coisas ainda mais a seu favor? É uma pena que ele tenha vinculado tantos pontos negativos a uma carreira que, de outra forma, seria incrível", falou.

Daniel pretende se aposentar em 2019, quando completar 40 anos. Entre seus planos, está enfrentar Brock Lesnar pelo título dos pesados. 'DC' tem 22 vitórias, uma derrota e um 'no contest' - estes dois resultados justamente contra Jones.

Esporte