PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Barboza assume responsabilidade por saída de antiga equipe: "O problema era eu"

Ag. Fight

18/12/2018 08h00

Edson Barboza não é o tipo de lutador que costuma expor questões pessoais em redes sociais e entrevistas. Por isso, quando o brasileiro deixou a equipe de Ricardo 'Cachorrão' Almeida e Mark Henry em Nova Jersey (EUA), muito se questionou sobre um eventual desentendimento entre as partes. Mas, assim como declarou quando oficializou sua mudança para a American Top Team, o especialista em muay thai destacou nesta segunda-feira (17) que não houve qualquer problema com o antigo time.

O lutador fluminense foi enfático ao afirmar, durante entrevista ao programa 'Ariel Helwani's MMA Show', que mantém ótimas relações com seus antigos treinadores e parceiros. Barboza, inclusive, contou que "o problema" que gerou a ida para o estado americano da Flórida foi ele mesmo - especificamente, sua inadaptação a Nova Jersey, onde morava anteriormente.

"Foi uma escolha muito, muito difícil para mim. Eu tinha não só uma boa equipe mas também muito bons amigos, mas, para mim, minha esposa e meu filho, estava difícil viver em New Jersey. Não sei por quê, porque adoro as pessoas de Nova Jersey, adoro meus amigos de Nova Jersey, adorava treinar na Ricardo Almeida", falou.

Edson explicou que, de início, foi para a ATT sem a certeza de que estava tomando a decisão correta esportivamente. Mas o alto nível do treinamento na tradicional equipe fez com que ele concluísse o processo de mudança, originado na vontade de viver em outra cidade. Questionado pelo jornalista Ariel Helwani, ele confirmou que o clima quente da Flórida, mais parecido com o do Brasil, ajudou a decidir ficar.

Barboza ainda reiterou que sua avaliação em relação à qualidade do treinamento em Nova Jersey é a melhor possível. Ele negou que a alteração de equipe tenha a ver com as duas derrotas seguidas que sofreu - para Khabib Nurmagomedov e Kevin Lee - e destacou o bom rendimento de atletas do time de Almeida e Henry.

"Como eu disse, não é muito em relação às lutas. Tinha uma grande equipe lá. Meu grande problema era minha vida lá. Morar com meu filho, minha mulher. Este era um grande problema. Minha equipe lá todos estão indo muito bem: veja Frankie, Marlon, Zabit. Todos estão indo muito bem. Não tenho um problema com a equipe. O problema era eu. Por isso mudei. Por isso vim para Flórida", analisou.

O brasileiro derrotou Dan Hooker no último sábado (15), pelo UFC Milwaukee. Barboza nocauteou o neozelandês no terceiro round, depois de aplicar uma verdadeira 'surra' no adversário nos assaltos anteriores. Com o triunfo, Edson evoluiu seu cartel para 20 vitórias e seis reveses.

Esporte