PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dana White perde paciência com Woodley: "Quer ser campeão, mas não quer lutar"

Ag. Fight

10/12/2018 12h25

Atual campeão meio-médio (77 kg) do UFC, Tyron Woodley recentemente declarou que aguarda recuperar-se totalmente da cirurgia que realizou na mão para planejar o seu retorno ao octógono. No entanto, Dana White, presidente do Ultimate, parece ter perdido a paciência com 'T-Wood', e disse que os rumos da divisão seguirá independentemente de o detentor do cinturão lutar ou não.

Em entrevista coletiva durante a pesagem cerimonial do UFC 231, na última sexta-feira (7), Dana White criticou a demora de Woodley a retornar ao octógono. O campeão meio-médio lutou pela última vez em setembro deste ano, quando defendeu o seu cinturão contra Darren Till. Porém, antes disso, o americano ficou mais de um ano afastado dos combates por conta de uma lesão no ombro. E o novo afastamento - desta vez devido à operação do dedo polegar da mão direita - contrariou o presidente do UFC.

"Você quer ser um campeão mundial, mas não quer lutar com ninguém. Isso é um problema. Você sabe o que acontece? O mundo segue em frente sem vocês, rapazes. É isso o que acontece. Vamos ver como procederemos. Obviamente, eu tenho que lidar com isso aqui e eu vou para casa no sábado à noite depois da luta e vamos ver essas coisas na próxima semana", relatou Dana White, de acordo com transcrição do site 'Bloody Elbow'.

Durante a entrevista, o presidente do Ultimate ainda se recordou de uma antiga declaração do ex-campeão dos penas (66 kg) e dos leves (70 kg), Conor McGregor, e a utilizou para provocar Woodley. Em seguida, ele ainda mandou um recado para o lutador e garantiu que a categoria seguirá com ou sem a presença dele.

"Vocês se lembram quando Conor McGregor disse: 'Quem precisa de um polegar? Você nem precisa de um dedo para lutar'. Conor lutou com tantas lesões que chega a ser ridículo. E não é apenas uma coisa, há sempre algo com Woodley. As lutas continuarão acontecendo. Independentemente de ele lutar ou não, nós seguiremos", concluiu.

Aos 36 anos, Woodley conquistou o cinturão em 2016, após derrotar Robbie Lawler. A previsão é de que o seu próximo oponente seja Colby Covington, o ex-campeão interino da divisão. Ao longo da carreira profissional como lutador de MMA, Tyron acumulou 19 vitórias, três derrotas e um empate.

Esporte