PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Holloway projeta superlutas com Conor e Khabib em possível mudança para os leves

Ag. Fight

09/12/2018 13h27

Após superar Brian Ortega no UFC 231, nesse sábado (8), o campeão dos pesos-penas (66 kg) Max Holloway declarou que poderá subir de categoria para enfrentar o último algoz Conor McGregor ou o dono do cinturão dos leves (70 kg), Khabib Nurmagomedov. Em entrevista coletiva depois do evento promovido em Toronto (Canadá), 'Blessed' projetou a possibilidade de colocar tais duelos em prática, já que Dana White, presidente do Ultimate, estaria em busca de superlutas na organização.

Antes mesmo dessa declaração, o presidente do UFC já havia destacado que Holloway seria "grande demais" para lutar nos penas, e, por isso, deveria migrar para os leves. Além disso, a divisão de 70 kg traria a possibilidade de novos oponentes a Max, já que o havaiano superou a maior parte dos principais adversários da sua atual categoria, como o ex-campeão Anthony Pettis ou o brasileiro José Aldo, de quem tomou o cinturão.

"Dana White é o chefe. O chefe está buscando superlutas. Todos estão falando sobre eu fazer superlutas nos leves. Continuo ouvindo os nomes de Conor, Khabib... Todo mundo quer me ver desafiar o Conor porque lutamos quando eu era um garoto, há muito tempo. Khabib é outro lutador invicto. Acabei de dar a um lutador invicto a sua primeira derrota. Então, talvez isso possa me motivar mais", ressaltou, relembrando que foi o único atleta a vencer Ortega no MMA.

Aos 27 anos, Max Holloway conquistou o cinturão dos penas em 2017 após nocautear José Aldo no UFC Rio. Ao longo da carreira profissional como lutador de MMA, o havaiano triunfou em 20 oportunidades, além de ter sofrido apenas três derrotas - para McGregor, Dennis Bermudez e Dustin Poirier.

Esporte