PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ponzinibbio acusa Woodley de fugir de duelo e mira vencedor de Dos Anjos vs Usman

Ag. Fight

19/11/2018 16h08

Santiago Ponzinibbio conseguiu, contra Neil Magny, no último sábado (17), a sua sétima vitória consecutiva no UFC. Assim, aproveitou o status privilegiado para desafiar o campeão dos meio-médios, Tyron Woodley. Depois de receber uma resposta um tanto morna, o argentino acusou o detentor do cinturão de fugir por saber que seria nocauteado. E, como não deve ter seu pedido atendido, mirou em outros dois nomes.

O desafio a Woodley foi, inclusive, incentivado por Jimmy Smith, comentarista do Ultimate, que fez a entrevista pós-luta com Santiago, ainda no octógono. O profissional avisou a 'Gente Boa' que 'T-Wood' estava ao vivo na transmissão oficial em inglês, na emissora 'Fox Sports'. E, de acordo com Santiago, Woodley não se manifestou favorável ao combate por temer um nocaute.

"Entendo o porquê de ele dizer isso. Ele quer manter o título dele o maior tempo possível. Ele sabe que se ele me enfrentar, eu vou nocauteá-lo e tomar o cinturão, então ele quer estender seu reinado tanto quanto for possível. É por isso que ele diz que eu ainda tenho um caminho longo a percorrer", declarou durante a entrevista coletiva depois do show.

Uma vez que seu desafio não foi tão bem recebido - e que Tyron deve ainda enfrentar Colby Covington pela unificação dos cinturões da categoria -, o argentino mostrou interesse em outro confronto. Segundo Ponzinibbio, um embate contra o vencedor de Rafael dos Anjos vs Kamaru Usman, marcado para 30 de dezembro, seria a "grande luta" que ele aguarda.

"Não é matemática. Não são só os números: a categoria muda muito. Mas seria uma grande luta, e estou ansioso por uma grande luta", falou, antes de descartar um encontro com Darren Till, ex-desafiante ao título. "Eu não o enxergo como um atleta muito profissional. Acho que ele não bateu o peso algumas vezes. Então, há outras lutas nas quais estou mais interessado", analisou. Dos Anjos, inclusive, era o adversário que Santiago pretendia enfrentar no UFC Buenos Aires. O brasileiro, porém, negou o convite por querer lutar mais próximo de casa - o que revoltou o argentino.

Revelado na segunda edição do 'TUF Brasil', Ponzinibbio tem 32 anos e vive o auge de sua carreira. Ele declarou que espera chegar ao top 5 na próxima atualização do ranking e receber uma luta condizente com sua nova posição. Desde que chegou ao Ultimate, ele fez 11 lutas e perdeu apenas duas.

Esporte