PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Calvillo culpa menstruação por falha na balança no UFC Buenos Aires

Ag. Fight

17/11/2018 17h21

Após Sijara Eubanks atribuir a falha na balança no UFC 230 ao fato de estar em período menstrual, Cynthia Calvillo também responsabilizou as alterações hormonais que as mulheres sofrem em tal momento como culpadas por ela não ter batido o peso para o UFC Buenos Aires, que acontece neste sábado (17). A americana alegou que, ao contrário do esperado, ela não conseguiu cortar nenhum grama na última sexta (16), quando precisaria eliminar os pouco mais de 900 g que faltavam para ela ficar dentro do limite da categoria dos pesos-palhas (52 kg).

Por intermédio de declaração emitida ao site 'MMA Fighting', a lutadora - que enfrentará a brasileira Poliana Botelho - deu a sua versão para o fracasso na balança. "Basicamente, o que aconteceu é que eu comecei meu período menstrual esta semana. Estávamos preparados para isso, porque eu poderia sentir os sintomas, mas, infelizmente, quando acordamos esta manhã eram cerca de 5h30 e eu tinha que perder duas libras (aproximadamente 900 g). Então, eu não consegui cortar nenhum peso das 5h30 às 8h. Tentamos de tudo e eu não consegui suar. Mesmo quando cheguei à balança, eu estava com o mesmo peso que acordei às 5h30", relatou.

"Eles decidiram ir em frente e me impediram de continuar cortando o peso às 9h. Não queriam me fazer sofrer mais, então eu ainda era capaz de lutar. Isso é, basicamente, o que aconteceu. Infelizmente, tentamos preparar o melhor para isso, mas meu corpo não estava suando por ter que reter a água por causa do meu período menstrual", completou.

Cynthia e Poliana abrirão o card principal do UFC Buenos Aires. O evento é encabeçado pelo confronto dos meio-médios (77 kg) Santiago Ponzinibbio e Neil Magny. Além de Santiago, Guido Cannetti representa a bandeira argentina no show.

Esporte