PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Colby Covington revela carta de agradecimento de Trump após visita à Casa Branca

Ag. Fight

31/10/2018 07h00

Colby Covington não perde a oportunidade de se inserir nos noticiários, e nessa terça-feira (30) não foi diferente. Nacionalista assumido, o atual campeão interino dos meio-médios (77 kg) revelou uma carta de agradecimento que recebeu do presidente americano Donald Trump após visitá-lo no início de agosto. Na ocasião, 'Caos', como é conhecido, levou seu cinturão do Ultimate até a Casa Branca para uma visita ao líder da nação dos EUA.

Mais de dois meses após a sua visita, o meio-médio publicou a foto da carta que recebeu do presidente americano. Através de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o atleta do Ultimate agradeceu o gesto de Trump com uma mensagem em tom nacionalista na legenda do post.

"A honra foi toda minha, senhor presidente. Obrigado por se impor pela a América! Este país oferece a oportunidade para as pessoas alcançarem seus sonhos e isso é algo que outros atletas podem negar, mas eu nunca farei isso. Deus abençoe!", escreveu Colby.

Ao longo de sua carta de agradecimento, o presidente dos Estados Unidos agradece a presença do campeão do UFC com o cinturão como atrativo. Trump admitiu estar impressionado com os feitos do meio-médio americano, e desejou boa sorte para sua carreira.

"Querido Colby, obrigado por me presentear com seu cinturão dos meio-médios do Ultimate Fighting Championship. Ele é sensacional. Foi uma honra recebê-lo na Casa Branca em agosto. Como presidente, continuo sendo surpreendido pelos feitos de americanos trabalhadores e talentosos como você. Sou grato pelo seu grande apoio. Melania e eu mandamos nossos desejos de sucesso a você. Atenciosamente, Donald Trump", declarou o presidente dos EUA.

Colby não luta desde junho, e mesmo com o período de inatividade, o atleta continua com o posto de detentor do cinturão interino dos meio-médios - categoria que tem Tyron Woodley como campeão linear. Ao longo de sua carreira, o americano detém um cartel invejável, com 14 vitórias, e apenas uma derrota. O único revés da trajetória de Covingotn no MMA foi sofrido para o brasileiro Warlley Alves, em 2015.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

The honor was all mine Mr. President. Thank you for standing up for America! This country provides the opportunity for people to pursue their dreams and that's something other athletes may take for granted, but I never will. God bless! ?????? #MAGA #Trump2020 #GreatAmericanWinningMachine #RedWave #Americaschamp #PeoplesChamp

Uma publicação compartilhada por colbycovington (@colbycovmma) em 30 de Out, 2018 às 12:26 PDT

Esporte