PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Anthony Smith finaliza Oezdemir e mantém série invicta nos meio-pesados

Ag. Fight

28/10/2018 03h26

Não foi desta vez que a incomum história de ascensão meteórica de Anthony Smith encontrou um obstáculo. Depois de perder os dois primeiros rounds para Volkan Oezdemir no UFC Moncton, neste sábado (27), 'Lionheart' aproveitou a inferioridade do rival no chão para encaixar um mata-leão que encerrou o combate. Com o resultado, o americano evoluiu para três vitórias em três lutas desde que subiu para os meio-pesados (93 kg).

O duelo começou com Smith, de 30 anos e incríveis 44 lutas no currículo, tentando surpreender. Ciente da dificuldade de Oezdemir com as costas no chão - evidenciada na disputa do título contra Daniel Cormier, em janeiro -, o americano tentou derrubar o adversário logo nos primeiros segundos do combate. 'No Time', entretanto, conseguiu se manter em pé e, na trocação, teve os melhores momentos do round.

No segundo assalto, Smith surgiu mais atento aos golpes do rival e começou a tomar a iniciativa, assustando Volkan, que sentiu alguns duros golpes. Com o rosto já sangrando, o suíço buscou a queda, o que conseguiu com facilidade. Depois de algumas mudanças de posição, Oezdemir ficou nas costas do rival e aproveitou a metade final do round para garantir, outra vez, a vantagem.

O cansaço foi o protagonista do terceiro assalto. Os dois lutadores entraram em uma trocação franca ainda nos momentos iniciais e logo reduziram muito o ritmo. Embora parecesse mais exaurido fisicamente, Smith aproveitou a situação para obter a queda que tentou sem sucesso no princípio do confronto. No solo, conseguiu rapidamente chegar a um mata-leão e, depois de alguns ajustes, obrigou o suíço a dar os três tapinhas de desistência.

Antes, na luta coprincipal, Michael Johnson mostrou por que era um dos principais favoritos nas bolsas de apostas. Mesmo tendo aceitado enfrentar Artem Lobov com pouca antecedência, o americano usou seu boxe fluido e rápido para castigar o russo. A evidente superioridade técnica rendeu uma vitória tranquila, embora dois juízes tenham enxergado um dos assaltos como triunfo do companheiro de treinos de Conor McGregor.

Outro destaque do card principal foi a finalização de Misha Cirkunov sobre Patrick Cummins. O canadense não tomou conhecimento do adversário, especializado no wrestling, e usou o jogo do oponente para vencê-lo. Cirkunov conseguiu rapidamente uma queda e, unindo técnica e força física, encaixou um katagatame com muita facilidade.

Ainda nas lutas de maior destaque do evento, chamaram a atenção negativamente os pouco inspirados confrontos entre Gian Villante e Ed Herman e Alex Garcia e Court McGee. Os dois embates foram marcados por muita entrega, mas com atletas cansando precocemente, o baixo nível técnico prevaleceu.

Mais cedo, no card preliminar, Calvin Kattar mostrou que a derrota para o brasileiro Renato 'Moicano', em abril, não abalou sua ascensão dentro do Ultimate. O contragolpeador americano aproveitou o jeito brigador de Chris Fishgold para encontrar brechas e nocauteá-lo ainda no primeiro round.

Confira os resultados completos do UFC Moncton:

Meio-pesado (93 kg) | Anthony Smith venceu Volkan Oezdemir por finalização (mata-leão) aos 4min26s do terceiro round
Pena (66 kg) | Michael Johnson venceu Artem Lobov por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Meio-pesado (93 kg) | Misha Cirkunov venceu Patrick Cummins por finalização (katagatame) aos 2min40s do primeiro round
Galo (61 kg) | Andre Soukhamthath venceu Jonathan Martinez por decisão unânime (30-26, 29-28, 29-28)
Meio-pesado (93 kg) | Gian Villante venceu Ed Herman por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Meio-médio (77 kg) | Court McGee venceu Alex Garcia por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-28)

Card preliminar
Meio-médio (77 kg) | Sean Strickland venceu Nordine Taleb por nocaute técnico aos 3min10s do segundo round
Leve (70 kg) | Nasrat Haqparast venceu Thibault Gouti por decisão unânime (29-27, 29-28, 30-26)
Pena (66 kg) | Calvin Kattar venceu Chris Fishgold por nocaute técnico a 4min11s do primeiro round
Galo feminino (61 kg) | Talita Bernardo venceu Sarah Moras por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Leve (70 kg) | Don Madge venceu Te'Jovan Edwards por nocaute aos 14s do segundo round
Pesado | Arjan Bhullar venceu Marcelo Golm por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27)
Leve (70 kg) | Stevie Ray venceu Jessin Ayari por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)

MMA