PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Romero revela que rivalidade com Rockhold era pessoal: "Estava na lista negra"

Ag. Fight

21/02/2018 12h13

No último dia 10 deste mês, Yoel Romero e Luke Rockhold se enfrentaram no UFC 221, evento realizado em Nova York (EUA), e o cubano levou a melhor ao superar o americano através de um nocaute no terceiro round. Mas, o que muita gente não sabe é que o duelo teve um caráter um tanto pessoal para o 'Soldado de Deus'.

Durante uma entrevista no programa 'The MMA Hour' na última segunda-feira (19), Romero revelou que a vitória em cima de Rockhold teve um sabor especial. Afinal de contas, de acordo com o cubano, o ex-campeão peso-médio (84 kg) foi um dos atletas que fez mais críticas após o seu problema com um exame antidoping - apesar da amizade que ambos nutriam fora do cage.

"Você se lembra uma vez que conversamos e eu disse que tinha uma lista negra? Ele estava nessa lista e ele sabe o porquê. Porque ele falou muita besteira depois que tive meu problema com a USADA. Antes da USADA, toda vez que ele me via em Vegas ou em algum retiro ele sempre me chamava para sair", contou, antes de explicar o polêmico momento após o combate quando abraçou, consolou e até beijou o seu adversário.

"Naquele momento eu disse: 'Ei Luke, eu te amo. Você se lembra quando estávamos juntos e você me perguntou se eu queria lutar com você? Você se lembra? E você viu o que aconteceu depois da USADA? Você se lembra? Eu ainda estou aqui. Te amo'. Ele não disse nada porque ele sabe. Ele sabe", afirmou.

Apesar da vitória, Romero não levou para casa o cinturão interino dos médios, uma vez que não bateu o peso para o combate contra Rockhold. Em todo caso, o cubano se credenciou para ser o próximo desafiante ao título de Robert Whittaker.

Esporte