PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mudança climática ameaça Jogos de Inverno do futuro, diz estudo

26/01/2022 12h43

Londres, 26 Jan 2022 (AFP) - Os Jogos Olímpicos de Inverno do futuro estão ameaçadas pela mudança climática, que diminui o número de lugares possíveis para sediar este grande evento do esporte mundial - alertou um informou divulgado nesta quarta-feira (26), a pouco mais de uma semana da abertura de Pequim 2022.

"O risco está claro: o aquecimento provocado pelas atividades humanas ameaça o futuro dos esportes de inverno no longo prazo", ressalta o relatório, feito por pesquisadores do Sport Ecology Group, da Universidade inglesa de Loughborough, e pela associação Protect Our Winters.

"Também reduz o número de sedes adaptadas para os Jogos Olímpicos de Inverno", acrescenta.

O documento toma como exemplo os Jogos de Inverno previstos para acontecerem de 4 a 20 de fevereiro, em Pequim, que serão os primeiros a dependerem fortemente de neve artificial.

"Os Jogos de Inverno de 2022 serão, sem dúvida, um espetáculo impressionante, que milhões de pessoas do mundo todo vão acompanhar e apreciar", afirma o texto.

"Mas também devem levantar o debate sobre o futuro dos Jogos de Inverno e os limites da fabricação de ambientes naturais artificiais", acrescenta.

Segundo o relatório, mais de 100 geradores de neve e 300 canhões de neve trabalharão sem parar para cobrir as pistas de esqui com neve falsa, o que implica um gasto de energia e de água.

Das 21 sedes de Jogos Olímpicos de Inverno desde Chamonix-1924, apenas dez deles poderiam recebê-los em 2050 com queda de neve natural suficiente.

jw-mpa/gmo/ial/dr/tt

Esporte