PUBLICIDADE
Topo

Esporte


NFL chega a acordo com Colin Kaepernick e Eric Reid em processo por conluio

Eric Reid e Colin Kaepernick processaram a NFL, acusando donos de franquias de boicotar suas contratações após manifestações - Mike McCarn/AP
Eric Reid e Colin Kaepernick processaram a NFL, acusando donos de franquias de boicotar suas contratações após manifestações Imagem: Mike McCarn/AP

Da AFP, em Los Angeles

15/02/2019 19h39

Colin Kaepernick e a NFL chegaram a um acordo no processo que o ex-quarterback movia contra a liga de futebol americano por conluio, anunciaram hoje os advogados do atleta, mas uma cláusula de confidencialidade manterá os detalhes do acordo privados.

Kaepernick, ex-quarterback do San Francisco 49ers, e seu ex-colega de equipe Eric Reid estavam processando a NFL, acusando os donos das franquias de conluio para que os dois não fossem mais contratados devido a seu ativismo social.

Em 2016, Kaepernick se viu envolvido em enorme polêmica ao decidir se ajoelhar durante o hino nacional dos Estados Unidos, tocado antes de todos os jogos da NFL, em protesto contra a brutalidade policial no país contra a população negra.

Após ficar na reserva da equipe, Kaepernick optou por encerrar seu vínculo com os 49ers em março de 2017 e nunca mais voltou a jogar na NFL, apesar do ótimo currículo.

"Nos últimos meses, os advogados do Sr. Kaepernick e do Sr. Reid participaram de um contínuo diálogo com representantes da NFL. Como resultado dessas conversas, as partes optaram por resolver as divergências pendentes. A resolução deste caso está sujeita a um acordo de confidencialidade, então não haverá nenhum outro comentário a respeito por nenhum dos dois lados", informaram os advogados dos jogadores, Geragos e Geragos, em nota.

Esporte