PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasileiro Eduardo da Silva quer brilhar com a Croácia

Eduardo da Silva deve começar a partida contra a Espanha no banco de reservas - Antonio Bronic/Reuters
Eduardo da Silva deve começar a partida contra a Espanha no banco de reservas Imagem: Antonio Bronic/Reuters

Da AFP

Em Gniewino (Polônia)

16/06/2012 19h07

O atacante brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva disputa sua primeira grande competição com a camisa do seu país de adoção na Eurocopa-2012, após ter perdido a edição de 2008 por ter sofrido uma grave lesão.

Aos 29 anos, Eduardo é o segundo maior artilheiro da seleção croata com 23 gols, atrás apenas do lendário Davor Suker.

Nesta segunda-feira, ele deve começar no banco, mas espera entrar em campo contra a atual campeã mundial e europeia Espanha, na terceira e última partida du grupo C, na qual a Croácia tem quatro pontos e divide a liderança com os espanhóis, enquanto os italianos têm apenas dois.

Este jogo terá um sabor especial para o atacante, já que será disputado em Donetsk, na Ucrânia, no estádio onde atua com seu clube atual, o Shakhtar.

Nascido no Rio de Janeiro, o atacante foi para a Croácia com apenas 16 anos, em 1999, após ter sido observado por olheiros do Dínamo Zagreb, enquanto jogava na equipe juvenil do CBF Nova Kennedy, no bairro onde cresceu, a Vila Kennedy, na zona oeste da capital carioca.

Após um difícil período de adaptação nas categorias de base do time croata, estreou com a equipe principal em 2001. Ele começou a se destacar no Dínamo em 2003 e foi convocado pela primeira vez na seleção croata no ano seguinte.

Aos 23 anos, chegou a ser cotado para disputar a Copa do Mundo de 2006 por ter sido considerado o melhor jogador do campeonato croata, mas o treinador da época, Zlatko Kranjcar, surpreendeu a todos ao deixá-lo de fora por considerá-lo jovem demais.

Dois anos depois, quando jogava no Arsenal da Inglaterra, esperava ser convocado para a Eurocopa-2008, mas acabou sofrendo uma fratura exposta da fíbula no dia 23 de fevereiro daquele ano.

Como a Croácia não se classificou para a última Copa do Mundo, em 2010 na África do Sul, Eduardo só teve sua primeira oportunidade de disputar uma grande competição internacional com sua seleção nesta Eurocopa-2012.

No dia 2 de junho, pouco antes da estreia da Croácia na competição, fez o gol da sua equipe no empate em 1 a 1 em amistoso contra a Noruega.

"Este gol me deu confiança. Acho que estarei em forma para a Eurocopa. Quero estar em campo e fazer gols, mas todos querem isso, o treinador decidirá quem será titular", tinha declarado Eduardo depois daquela partida.

Com a lesão do atacante Ivica Olic, do Bayern de Munique, o brasileiro esperava ter chances de iniciar as partidas, mas o treinador optou pela dupla formada por Mario Mandzukic e Nikita Jelavic.

Mandzukic aproveitou a oportunidade ao marcar três gols desde o início da competição, e divide a artilharia com o russo Dzagoev e o alemão Mario Gomez.

Mesmo sem ser titular, Eduardo entrou em campo no segundo tempo das duas partidas, no lugar de Jelavic na vitória por 3 a 1 sobre a Irlanda e de Ivan Perisic no empate em 1 a 1 com a Itália.

O brasileiro espera se destacar na Eurocopa para ter chances de representar a Croácia na Copa do Mundo de 2014, que será disputada no seu país natal.

Esporte