PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasil vence Japão com golaço 'digno de Falcão' e vai às quartas na Copa

Brasil e Japão em jogo das oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal -  Angel Martinez - FIFA / Colaborador / Getty Images
Brasil e Japão em jogo das oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal Imagem: Angel Martinez - FIFA / Colaborador / Getty Images

Do UOL, em São Paulo

23/09/2021 15h56

Brasil e Japão se enfrentaram hoje (23) pelas oitavas de final da Copa do Mundo de Futsal. Com gols dos brasileiros Ferrão, Leozinho, Pito e Gadeia, e dos japoneses Hoshi e Nishitani, a partida terminou em 4 a 2 com Brasil garantido nas quartas.

Apesar de entrar em quadra como favorito, o Brasil teve de usar a criatividade e individualidade para se livrar da forte marcação japonesa e fazer os gols. Agora, a seleção enfrenta o Marrocos, no domingo (26), às 10h, valendo vaga na semifinal da competição.

A partida ficou marcada por um golaço de Pito, o terceiro da seleção brasileira. O camisa 10 dominou a bola no peito, já tirando do goleiro, limpou o lance e só tocou para o gol.

Jogo nervoso, mas brilhou a criatividade brasileira

Já no início, ficou claro que essa seria uma partida difícil para o Brasil, que demorou para encontrar chances mais claras de gol. Do lado adversário, os japoneses apostaram na organização tática para pressionar também ofensivamente. A estratégia deu resultado: após lançamento de Hitha, Hoshi girou e chutou para o gol e, com a falha de Guitta, abriu o placar para o Japão.

O goleiro brasileiro redimiu-se logo depois: em lançamento de Guitta para Ferrão, o pivô dominou e acertou bomba com a esquerda direto no gol japonês, empatando o jogo em 1 a 1. Com o empate, a seleção japonesa se fechou para tentar diminuir os espaços de criação, e o Brasil passou a apostar nas bolas paradas para buscar o segundo gol.

O jogo continuou truncado pelo restante do primeiro tempo e início do segundo. As chances mais perigosas vieram, para ambos os lados, de jogadas trabalhadas. Tanto Guitta como Higor, goleiro do Japão, tiveram que trabalhar mais, fosse defendendo com as mãos ou fazendo passes com os pés, ainda na quadra de defesa.

Em segundo tempo nervoso, o Brasil teve mais chances, porém, a bola custou a entrar. Rodrigo chutou forte para cobrar falta de Shimuzi em Pito, mas a bola foi na trave adversária. A melhor chance do Japão veio depois que Guitta saiu do gol e deu espaço para Hoshi, que finalizou errado e perdeu.

Com o jogo se encaminhando para o final, brilhou o talento de Leozinho: recebeu e partiu em velocidade, passou por Higor e mandou a bola para rede. De virada, 2 a 1 para o Brasil.

Faltando 4 minutos para o fim, os dois times saíram do confronto no meio de quadra e partiram para o ataque: Pito matou no peito e fez o terceiro do Brasil. Em resposta rápida, Nishitani invadiu a quadra brasileira e fez o segundo do Japão. Com menos de 30 segundos no placar, Gadeia foi certeiro e fechou 4 a 2 para o Brasil.

Esporte