PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Brasil passa por pressão da República Tcheca e vence por 4 a 0 no futsal

Brasil e República Tcheca se enfrentaram pela Copa do Mundo de Futsal - Chris Ricco - FIFA/ Colaborador/ Getty Images
Brasil e República Tcheca se enfrentaram pela Copa do Mundo de Futsal Imagem: Chris Ricco - FIFA/ Colaborador/ Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 15h40

Brasil e República Tcheca se enfrentaram hoje (16) pela fase de grupos da Copa do Mundo de Futsal. As duas seleções mais fortes do grupo D protagonizaram um jogo pegado no primeiro tempo, mas com desempenho melhor do Brasil na segunda etapa, que venceu por 4 a 0.

Com gols de Ferrão, Rodrigo e Marlon, a seleção segue na liderança do grupo D, com 6 pontos. O próximo adversário do Brasil no Mundial será o Panamá, com partida marcada para o próximo domingo (19), às 10h (Brasília).

Primeiro tempo com muitas finalizações

A seleção brasileira teve domínio da posse de bola e chegou mais vezes com perigo ao gol da República Tcheca. Ferrão e Dyego bateram mas foram parados pelo goleiro Gercak. O goleiro brasileiro, Guitta, tentou do meio da quadra e ficou na trave. A defesa do Brasil também teve que trabalhar para evitar o contra-ataque europeu e conseguiu segurar as ofensivas de Slovacek e Seidler.

Na melhor chance da seleção tcheca na primeira etapa, Slovacek avançou pelo meio e chutou forte, mas Guitta conseguiu se esticar e mandar a bola pelo lado de fora da rede. Seidler e Resetar também tentaram, mas pararam na defesa brasileira.

O Brasil continuou presente na quadra adversária, porém sem conseguir criar espaços mais claros e sem passar pelo goleiro Gercak, que se recuperou bem de todas as defesas que fez. O primeiro tempo terminou com 45 finalizações ao todo, 30 para do Brasil contra 15 da República Tcheca.

Ferrão brilha no segundo tempo

Na volta do intervalo, os europeus continuaram com marcação forte e defesa fechada. Em cobrança de falta entre Dyego e Rodrigo, Vnuk interceptou o chute e não deu chances para o Brasil. Segundos depois, o mesmo Dyego encontrou Ferrão no lado direito da quadra, que chutou forte no gol e abriu o placar para a seleção brasileira.

Depois do primeiro gol, a defesa tcheca se atrapalhou e Ferrão desencantou, marcando mais um, o sexto gol dele nessa Copa do Mundo. Com a vantagem, o Brasil ganhou confiança e apostou também no contra-ataque. Em jogada individual, Rodrigo fez 3 a 0 para a seleção brasileira, seu centésimo gol da carreira.

Vencendo por boa diferença, o Brasil avançou no ataque, sem deixar de apertar a marcação. Krivanek e Koudelka tabelaram, mas Bruno fez o corte. Seidler derrubou Bruno perto da pequena área, e, apesar de não fazer pênalti, levou o amarelo. Faltando um minuto para o fim do jogo, Marlon enganou Gercak e fechou o placar em 4 a 0.

Esporte