PUBLICIDADE
Topo

Mercedes faz pit stop de 43 horas após erro em roda de Bottas

Roda do carro de Valtteri Bottas foi retirada após GP de Mônaco
Roda do carro de Valtteri Bottas foi retirada após GP de Mônaco
Divulgação/Mercedes

A Mercedes fez um GP de Mônaco para se esquecer. Lewis Hamilton foi só o sétimo e viu Max Verstappen assumir a liderança do Mundial de pilotos. Para piorar, Valtteri Bottas sequer completou a corrida após uma parada desastrosa nos boxes, o que resultou em um pit stop de 43 horas.

Como explicou a colunista Julianne Cerasoli, o mecânico da Mercedes acionou a pistola com a roda do carro de Bottas ainda em movimento, e a porca ficou desgastada. A peça ficou tão danificada que perdeu os engates que permitiriam que a pistola conseguisse girar a porca para que a roda fosse trocada.

Continua depois da publicidade

Resultado: foi impossível para a Mercedes tirar a roda do carro em Mônaco. Eles levaram tudo para a fábrica da equipe e tiveram que cortar um pedaço da roda para poder tirá-la. O processo todo foi compartilhado hoje nas redes sociais.

O pit stop durou 5 dias - o maior pit stop de todos os tempos
comentou um seguidor no Instagram
Cerca de 43 horas, na verdade. Isso aconteceu na terça de manhã
corrigiu a Mercedes

Para piorar, até a Ferrari apareceu. O perfil da escuderia no Twitter fez um post sobre a preparação dos mecânicos para um pit stop. E a Mercedes respondeu: "O momento desta postagem foi frio, admin".

Continua depois da publicidade

Mas agora o pit stop de Bottas finalmente acabou? Mercedes: "Sim. Investigações, concluídas. Vamos para a próxima corrida".

Fórmula 1

Fórmula 1