PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton homenageia George Floyd um ano após caso: 'Não deveria morrer'

Astro da Fórmula 1 publicou longo texto questionando o significado de justiça e citando familiares do norte-americano - Dan Istitene/Getty Images
Astro da Fórmula 1 publicou longo texto questionando o significado de justiça e citando familiares do norte-americano Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/05/2021 14h00

Engajado em causas sociais e raciais, Lewis Hamilton prestou uma homenagem a George Floyd hoje, dia que marca um ano da morte do norte-americano pela polícia nos EUA.

Em um longo texto em seu Instagram, o piloto da Fórmula 1 perguntou o significado de justiça ao citar a dor dos familiares de Floyd - ele publicou uma foto da vítima ao lado de sua filha, Gianna.

"O que justiça significa para uma filha que perdeu o pai? Para uma mulher que perdeu seu marido? Por um homem que perdeu seu irmão? O que significa justiça quando a vida de um homem é roubada por causa de nada mais do que a cor de sua pele?", iniciou Hamilton.

"George não deveria morrer naquele dia. Um ano depois, o impacto de sua vida e seu final injusto permanecem conosco. Hoje, lamentaremos George e manteremos seus entes queridos em nossas orações. Mas como podemos conseguir justiça real para ele e as muitas vidas roubadas antes e depois da sua?", prosseguiu.

Na sequência do depoimento, o britânico reforçou o seu pedido pela igualdade racial em todo o mundo.

"Nós nunca esquecemos. Continuamos nosso trabalho. Acreditamos em um mundo onde crianças como a de George não precisam se preocupar se o pai vai voltar para casa à noite. Onde todo negro pode andar na rua com a crença de que este mundo foi feito para ele. Trabalhamos para construir um mundo igual para George, seus filhos e todas as outras vítimas do racismo. Descanse em paz, George Floyd. Seu tempo aqui foi muito curto. Seu legado durará para sempre."

Fórmula 1