PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Autoridades negam pedido de federação e Peru X Brasil não terá público

Philippe Coutinho marcou um dos gols da vitória do Brasil sobre a Bolívia - Miguel Schincariol
Philippe Coutinho marcou um dos gols da vitória do Brasil sobre a Bolívia Imagem: Miguel Schincariol

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/10/2020 18h54

O primeiro-ministro peruano, Walter Martos, anunciou hoje que o jogo contra a seleção brasileira, na terça-feira, às 21h, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar, não terá público.

Martos afirmou que o Conselho de Ministros negou os pedidos feitos pela Federação Peruana de Futebol e pelo Instituto Peruano de Desporte (IPD), que solicitaram a liberação de 5 mil torcedores para a partida no Estádio Nacional de Lima.

"Tivemos uma reunião com o presidente do IPD e com a federação de futebol, que solicitaram que esta partida contasse com 5 mil pessoas. Nós do Conselho de Ministros avaliamos e vimos que ainda não é conveniente devido à pandemia. Assim, negamos a solicitação", comunicou Martos.

Mesmo assim, o primeiro-ministro anunciou que mais unidades policiais serão disponibilizadas no dia do jogo para assegurar o cumprimento das normas governamentais de combate ao aumento no número de casos de covid-19.

"Durante a partida, combinando com os ministros da Defesa e do Interior para que se intensifiquem as patrulhas nas ruas, e fazemos um pedido às pessoas, que vejam as partidas em suas casas", completou.

Seleção Brasileira